domingo, 30 de setembro de 2012

DO FIM DO DILÚVIO ATÉ MOISÉS



DO FIM DO DILÚVIO ATÉ MOISÉS




GÊNESES 21,5: " Abrahão tinha cem anos, quando nasceu o seu filho Isaac. "

GÊNESES 25,26-27: " Isaac tinha sessenta anos quando eles vieram ao mundo. Os meninos cresceram. Esaú tornou-se um hábil caçador, um homem do campo, enquanto Jacó era um homem pacífico, que morava na tenda. "

GÊNESES 47,9: " Jacó respondeu-lhe: " O número dos anos de minha peregrinação é de cento e trinta anos. Curtos e maus foram os anos de minha vida, e não atingiram o número dos que viveram meus pais durante sua peregrinação." "

ENTENDIMENTO

               Desde Abrahão até a Descida de Todo Israel a terra do Egito se passaram 290 anos.

               A referência do ano que terminou o Dilúvio Universal é entre Agosto do ano 2800 A.E.C. e Maio do ano 2799 A.E.C.. Do fim do Dilúvio até Abrahão se passaram 292 anos, mas contaremos 292 anos, como Causa; e, 292 anos, como Efeito, ou seja, o Total de 584 anos, (292 anos com mais 292 anos). Desde Abrahão até a descida de Todo Israel a Terra do Egito se passaram 290 anos, então, somaremos 584 anos a 290 anos, e teremos o Total de 874 anos. 
               À partir de Maio do ano 2799 A.E.C. contamos 874 anos, e encontramos Maio do ano 1925 A.E.C..

               Noé nasceu por volta do ano 3521 A.E.C.. E pela Cronologia Bíblica, de Adão até Noé se passaram 1056 anos. Lembrando das 2300 noites e manhãs, ou seja, Tardes e Manhãs, (Daniel 8,14), estes 2300 anos determinam 1000 anos. Então, subtraindo 2300 anos menos 1000 anos, teremos 1300 anos. Este espaço de tempo de 1300 anos corresponde a 1260 anos mais 40 anos. Entendendo, os 1056 anos se desdobram em 1000 anos, mais 56 anos. Estes 56 anos estão encadeiados com 40 anos. Então, somando 56 anos com 40 anos teremos o total de 96 anos. Calculando 96 anos anteriores ao ano 3521 A.E.C. encontramos o ano 3617 A.E.C.. Então, 1000 (Mil) anos anteriores corresponde ao ano 4617 A.E.C.

               Tomando como referência o ano 4617 A.E.C. calculamos 1656 anos e encontramos o ano 2961 A.E.C.. E somando a 7 (Sete) anos encontramos o ano 2954 A.E.C.. Então, somamos a 292 anos e teremos o ano 2662 A.E.C.. Juntamente, somamos a 430 anos com mais 430 anos, e encontramos o ano 1802 A.E.C..

DEUTERONÔMIO 34,7: " Moisés tinha cento e vinte anos no momento de sua morte: sua vista não se tinha enfraquecido, e o seu vigor não se tinha abalado. "

               Significa que o ano 1802 A.E.C. corresponde ao ano de nascimento de Moisés, somado ao espaço de tempo de 120 (Cento e Vinte) anos. Calculando, encontramos o ano 1922 A.E.C..

ÊXODO 10,21-22: " O Senhor disse a Moisés: " Estende a mão para o Céu, e que se formem sobre todo o Egito trevas (tão espessas) que se possam apalpar. " Moisés estendeu a mão para o céu, e durante três dias espessas trevas cobriram todo o Egito. "

               Lembrando do cálculo acima, desde o fim do Dilúvio se passaram 292 anos, com mais 292 anos, somados com 290 anos. Simbolizam 292 anos, como Causa; e, 292 anos, como Efeito. Entendendo, o Milênio se divide em 52 (cinquenta e dois) anos, 56 (cinquenta e seis) anos, 600 (seiscentos) anos, e 292 (duzentos e noventa e dois) anos. E juntamente está a metade de 7 (Sete) anos, que simboliza a septuagésima semana, das Setenta Semanas de Anos. Quer dizer que os três dias de trevas espessas no Egito indicam que estava completando as Setenta Semanas de Anos, onde restava três anos e meio. Então, ao encontrar o ano 1922 A.E.C., temos que calcular três anos anteriores, que é o ano 1925 A.E.C. que simboliza que tem início os três anos e meio, que se completam no ano que houve os três dias de trevas sobre todo o Egito.

               Para entendermos melhor, estes ciclos que são citados nas Escrituras, ou seja, a Cronologia Bíblica desde a Criação, parece que irá se repetir no futuro. Assim, projetando os dados para a época futura poderemos entender melhor o raciocínio acima:

               Entre agosto do ano 2 A.E.C. até 3 (três) de abril do ano 33, na sexta-feira, quando Nosso Senhor Jesus Cristo doou a sua vida para remissão dos nossos pecados, se passaram 33 (trinta e três) anos e 7 (sete) meses e 20 (vinte) dias, equivalentes a 33 (trinta e três) anos e 8 (oito) meses. Desde Davi até o ano de nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo se passaram o espaço de tempo de 1010 anos, sendo que até o ano 11 (onze), quando o menino Jesus foi encontrado no Templo por seus pais, se passaram 1021 anos e meio. Estes 1021 anos e meio são constituídos de Causa e Efeito, logo, lembrando que as Setenta Semanas de anos se completam em Outubro do ano 36, parece que os 1021 anos e meio se completam no ano 37 e 7 meses. O Templo de Jerusalém foi destruído no dia 30 ou 31 de agosto do ano 70. Nesta data se completou 1021 anos, e para completar 1021 anos e meio restam seis meses que se completam no ano 71 (Setenta e Um) e Dois Meses. Logo, a referência que parecia ser o ano 37 e 7 meses, quando se completam os 1021 anos e meio, devemos somar 33 (trinta e três) anos e 7 (sete) meses e 20 (vinte) dias, que são equivalentes a 33 (trinta e três) anos e 8 (oito) meses, que corresponde entre o ano 37 e 7 meses ao ano 71 e dois meses, sendo que historicamente estes 33 (trinta e três) anos e 7 (sete) meses estão entre agosto do ano 2 A.E.C. a 3 (três) de abril do ano 33, apesar de se tratar de Causa e Efeito, ou seja, também estes 33 (trinta e três) anos e 8 (oito) meses tem início no ano 6 A.E.C., depois dos dias que  o Anjo Gabriel anunciou a Zacarias, que ele seria pai de João Batista, e terminados os serviços de Zacarias no Templo, ele voltou para casa, e Isabel, sua esposa, concebeu, no ano 6 A.E.C..

               Assim, temos então o ano 37 e 7 meses, e daí somamos a 2670 anos, e teremos o ano 2707 e 7 meses. Se somarmos 1000 anos ao ano 2707 e 7 meses, teremos o ano 3707 e 7 meses. Subtraindo 1656 anos encontramo o ano 2051 e 7 meses. Então, subtraindo 52 anos teremos o ano 1999 e 7 meses. Podemos notar que 52 anos ficaram suspensos desde a Criação do Mundo, pois a Cronologia Bíblica registra 1656 anos desde Adão até o Dilúvio; e 292 anos, do fim do Dilúvio até Abrahão; ou o total de 1948 anos, ficando suspensos 52 anos para completar 2000 anos. O período de Um ano e Dois Meses, referente a duração da inundação do Dilúvio Universal, faz parte das Setenta Semanas de Anos.

               Voltando ao ano 2707 e 7 meses somamos, então, 1656 anos e encontramos o ano 4363 e 7 meses. Então, somamos mais 1 (um) ano que simboliza a duração do Dilúvio Universal, e teremos o ano 4364 e 7 meses. E, daí, somamos a 292 anos, e encontramos o ano 4656 e 7 meses. Quando se completar os Mil anos terá início a esfera de tempo de 430 anos. Somando 430 anos com 430 anos, teremos 860 anos, (porque são 430 anos, como Causa; e, 430 anos, como Efeito). Somando ao ano 4656 e 7 meses, estes 860 anos, encontramos o ano 5516 e 7 meses.

               Moisés viveu 120 (Cento e Vinte) Anos, então, com relação o ano 5516 e 7 meses subtraimos 120 (Cento e Vinte) Anos e encontramos o ano 5396 e 7 meses. Finalmente, subtraimos três anos e meio e teremos Janeiro/Fevereiro do ano 5393. Para encontrar qual ano corresponde esta data, antes da Era Cristã, subtraimos 7317 anos, que parece formar todo o ciclo, e teremos Janeiro/Fevereiro do ano 1925 A.E.C. (lembrando que não existiu ano Zero). Significa que Moisés nasceu possivelmente no ano 1925 A.E.C..

               Somando ao ano 71 e dois meses, o espaço de tempo de 2670 anos, encontramos o ano 2741 e dois meses. Somando a 1056 anos teremos o ano 3797 e dois meses. Entre o ano 2555 e 7 meses a Novembro/Dezembro do ano 3797 são 1242 anos e quatro meses. Ou ainda, entre Outubro do ano 2554, a Janeiro/Fevereiro do ano 3797 são 1242 anos e quatro meses. Somando 1080 anos e dois meses ao ano 3797 e dois meses, encontramos Maio do ano 4877. Entre Maio do ano 4877, a Janeiro/Fevereiro do ano 5393 são cerca de 515 anos e 9 (nove) meses. Então, podemos concluir que:

               Desde o nascimento de Abrahão até o nascimento de Moisés se passaram cerca de 515 anos e 9 (nove) meses.

CRONOLOGIA

De Adão até Noé se passaram cerca de 1242 anos e quatro meses;

De Noé até Abrahão se passaram cerca de 1080 anos e dois meses;

De Abrahão até Moisés se passaram cerca de 515 anos e 9 (nove) meses.

Lembrando que cada ciclo é constituído de Causa e Efeito.

               O ano 2555 e 7 meses, que foi encontrado no futuro, parece iniciar os 1242 anos e quatro meses, como Efeito. Logo, o período de 1242 anos e quatro meses, como Causa, tem início anteriormente. Há várias maneiras de ver este ciclo, por exemplo, desde o ano 5 A.E.C., quando nasceu Nosso Senhor Jesus Cristo, tem início estes 1242 anos, ou seja, até por volta do ano 1238. A seguir, temos 1080 anos, entre o ano 1238 até meados do ano 2318 ou início do ano 2319. Como desde Adão até o Dilúvio se passaram 2262 anos, conforme a Septuaginta (Versão Grega dos Setenta), contando a partir do ano 5 A.E.C. encontramos o ano 2258.

               1260 dias é equivalente a 1260 anos. E, 1260 anos com 1000 anos é igual a 2260 anos. Contando 2260 anos desde o ano 5 A.E.C., encontraremos o ano 2256. O ano 2256 parece iniciar 1656 anos, como Causa; e, o ano 2555 parece inciar 1656 anos, como efeito. Mas, o Milênio Bíblico parece que já começou, e o ano 2012 parece simbolizar o Vigésimo Ano, (lembrando que as 2300 noites e manhãs começam com os 490 anos, embora determinam, também, os 1000 anos).


DE ADÃO ATÉ O DILÚVIO UNIVERSAL




DE ADÃO ATÉ O ANO DO DILÚVIO UNIVERSAL




De Adão até o Dilúvio se passaram 1656 anos. Porém, são 1656 anos, como Causa; e, 1656 anos, como Efeito. O início deste período parece ser Agosto do ano 5063 A.E.C.. Também neste ano tem início 7 (Sete) anos, que corresponde ao final das 70 (Setenta) Semanas de Anos. Contando três anos e meio encontramos Janeiro/Fevereiro do ano 5059 A.E.C.. A partir desta data contamos 1656 anos e encontraremos Janeiro/Fevereiro do ano 3403 A.E.C.. Para completar os 7 (Sete) anos contamos três anos e meio e encontramos Agosto do ano 3400 A.E.C.. A inundação do Dilúvio Universal durou Um Ano e Dois Meses. Calculando Um Ano e Dois Meses anteriores, a Agosto do ano 3400 A.E.C., encontramos Maio do ano 3401 A.E.C.

GÊNESIS 6,1-3: " Quando os homens começaram a multiplicar-se sobre a terra, e lhe nasceram filhas, os filhos de Deus viram que as filhas dos homens eram belas, e escolheram esposas entre elas. O Senhor então disse: "Meu espírito não permanecerá para sempre no homem, porque todo ele é carne, e a duração de sua vida será só de cento e vinte anos." "

Acima, encontramos Maio do ano 3401 A.E.C.. Então calculamos a partir desta data 120 (cento e vinte) anos anteriores e encontraremos Maio do ano 3521 A.E.C., e calculando 9 (nove) meses a seguir encontramos Fevereiro/Março do ano 3520 A.E.C.. Parece ser no ano 3520 A.E.C. que nasceu Noé. Calculando 1242 anos e 4 (quatro) meses, anteriores, encontramos Março/Abril do ano 4763 A.E.C.. Significa que entre Março/Abril do ano 4763 A.E.C. a Fevereiro/Março do ano 3520 A.E.C. está o espaço de tempo de 1056 anos. Sendo o ano 3520 A.E.C., a data de nascimento de Noé, então, se contarmos seiscentos anos após, encontraremos o ano 1656 de Adão. Estes seiscentos anos estão encadeados com cento e vinte anos, (conforme Gênesis 6,1-3). Contando seiscentos anos após Maio do ano 3399 A.E.C. encontramos Maio do ano 2799 A.E.C., ou então, contamos seiscentos anos entre Agosto do Ano 3400 A.E.C. a Agosto do  Ano 2800 A.E.C.. Significa que o ano 2800 A.E.C. parece ser o ano que teve fim o Dilúvio Universal, ou seria o ano 2799 A.E.C.. A inundação durou Um ano e Dois Meses, que parece corresponder entre Maio/Junho do ano 2801 A.E.C. a Agosto do ano 2800 A.E.C., ou até Maio do ano 2799 A.E.C., entendendo que se trata do período entre este espaço de tempo de 9 (nove) meses.  Logo, entre Agosto do ano 5063 A.E.C. a Agosto do ano 2800 A.E.C. se passaram 2263 anos. Este intervalo de tempo simboliza 1656 anos, como Causa; e, 1656 anos, como Efeito, desde o primeiro ano de Adão até a época do fim do  Dilúvio Universal.

Conforme a Versão grega dos Setenta ( A Septuaginta ), desde Adão até o Dilúvio teria transcorrido 2262 anos, e pela Bíblia hebraíca 1656 anos.

Melhor entendendo, 1260 dias (Um Tempo, Dois Tempos e Metade D'Um Tempo), que é equivalente a 1260 anos, está encadeiado com 1000 (Mil) anos; então, somando 1260 anos com 1000 anos, obtemos 2260 anos. Este ciclo de 2260 anos marca o início de 3,5 anos. Mas estes três anos e meio se completam no término destes 2260 anos. Então, somando 2260 anos com 3,5 anos teremos o total de 2263 anos e meio. Significa que desde Adão até o fim do Dilúvio se passaram 2263 anos e meio. A inundação do Dilúvio durou Um ano e Dois Meses; então, desde Adão até o Dilúvio se passaram 2262 anos e quatro meses. Com base nestes dados, podemos entender que o início deste ciclo começou em Agosto do ano 5063 A.E.C.. Logo, podemos concluir que os dados fornecidos pela Septuaginta, ou Versão Grega dos Setenta, onde calcula 2262 anos, desde Adão até a época do Dilúvio, está arredondado. Os "Santos Padres" não registraram o número de meses, que parece ser 2262 anos e quatro meses.

Conforme o cálculo acima, o Dilúvio Universal terminou no ano 2799 A.E.C.. Então, contando 7000 anos encontramos o ano 4202 (lembrando que não existiu ano Zero). O ano 4202 é o ano 1656 a partir do ano 2546. Somando 1260 dias com 1290 dias teremos o total de 2550 dias. Significa que no ano 2546 completará 2550 anos desde o ano de nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo. Calculando 2550 anos anteriores encontramos o ano 5 A.E.C..



DE NOÉ ATÉ ABRAHÃO





DE NOÉ ATÉ ABRAHÃO




GÊNESIS 7,6: " Noé tinha seiscentos anos quando veio o dilúvio sobre a terra. "

GÊNESIS 7,11-12: " No ano seiscentos da vida de Noé, no segundo mês, no décimo sétimo dia do mês, romperam-se naquele dia todas as fontes do grande abismo, e abriram-se as barreiras dos céus. A chuva caiu sobre a terra durante quarenta dias e quarenta noites. "

GÊNESIS 7,24: " As águas cobriram a terra pelo espaço de cento e cinquenta dias. "

GÊNESIS 8,3-5: " As águas foram-se retirando progressivamente da terra; e começaram a baixar depois de cento e cinquenta dias. No sétimo mês, no décimo sétimo dia do mês, a arca parou sobre as montanhas do Ararat. Entretanto, as águas iam diminuindo pouco a pouco até o décimo mês; e no décimo mês, no primeiro dia do mês, apareceram os cumes das montanhas. "

GÊNESIS 8,13-14: " No ano seiscentos e um, no primeiro mês, no primeiro dia do mês, as águas se tinham secado sobre a terra. Noé descobriu o teto da arca, olhou e viu que a superfície do solo estava seca. No segundo mês, no vigésimo sétimo dia do mês, a terra estava seca. "






ENTENDIMENTO


O dilúvio começou no ano 600 (seiscentos) da vida de Noé;

No ano 601 (seiscentos e um) da vida de Noé, no segundo mês, no vigésimo sétimo dia do mês, a terra estava seca.

Concluindo: Choveu durante quarenta dias e quarenta noites; durante cinco meses, as águas subiram; e, durante cinco meses as águas minguaram. A inundação do Dilúvio durou cerca de Um ano e Dois Meses.



GENEALOGIA DE ABRAHÃO


GÊNESIS 11,10-24: " 10Eis a descendência de Sem: Sem, com a idade de Cem anos, gerou Arfaxad, dois anos depois do Dilúvio. 12Arfaxad, com a idade de trinta e cinco anos, gerou Salé. 14Salé, com a idade de trinta anos, gerou Heber. 16Heber, com a idade de trinta e quatro anos, gerou Faleg. 18Faleg, com a idade de trinta anos, gerou Reu. 20Reu, com a idade de trinta e dois anos , gerou Sarug. 22Sarug, com a idade de trinta anos, gerou Nacor. 24Nacor, com a idade de vinte e nove anos, gerou Taré. 26Taré, com a idade de setenta anos, gerou Abrão, Nacor e Arão. "






ENTENDIMENTO


Do fim do Dilúvio até Abrahão se passaram 292 anos.



ÊXODO 12,40-41: " A permanência dos Israelitas no Egito durara quatrocentos e trinta anos. Exatamente no fim desses quatrocentos e trinta anos, todos os exércitos do Senhor saíram do Egito: "





ESFERAS DE TEMPO


Primeira: 430 anos, ou Primeiro dia da Criação;

Segunda: 480 anos, ou Segundo dia da Criação;

Terceira: 490 anos, ou Terceiro dia da Criação;

Quarta: 360 anos ( Um Tempo ), ou quarto dia da Criação: Simboliza "Pouco Tempo";

Quinta: 720 anos ( Dois Tempos ), ou quinto dia da Criação: Simboliza "Longo Tempo";

Sexta: 180 anos ( Metade D'Um Tempo ), ou sexto dia da Criação: Simboliza um "Curto Período de Tempo", ou "Restante de Tempo";

Sétima: 1000 anos, ou sétimo dia da Criação; podemos notar que é o mais longo, desde a Criação do Mundo.






CRONOLOGIA


De Adão até Noé se passaram 1056 anos;

De Noé até o Dilúvio se passaram 600 anos;

A inundação durou Um ano e Dois meses;

Do fim do Dilúvio até Abrahão se passaram 292 anos.

Somando 1000 anos ( Sétima esfera ) com 430 anos ( primeira esfera ) teremos 1430 anos.

Somando 600 anos da vida de Noé, (quando começou o Dilúvio), com mais 292 anos (desde o fim do Dilúvio até Abrahão) com 1430 anos teremos 2322 anos. Significa que desde Adão até Abrahão se passaram 2322 anos.

DANIEL 12,12: " Feliz quem esperar e alcançar mil trezentos e trinta e cinco dias! "

DANIEL 8,14: " Respondeu: " duas mil e trezentas noites e manhãs. Depois disso o santuário será restabelecido. " "

NÚMEROS 14,34: " Explorastes a terra em quarenta dias; tantos anos quantos foram esses dias pagareis a pena de vossas iniquidades, ou seja, durante quarenta anos, e vereis o que significa ser objeto de minha vingança. "

Em Daniel fala a respeito de 1335 dias, mas se tratam de compostos, logo 1335 dias com mais 1335 dias são 2670 dias. Em Números 14,34 percebemos que cada dia equivale a um ano, assim 2670 dias equivalem a 2670 anos.






CRONOLOGIA



De Adão até Noé se passaram 1056 anos;

De Noé até o Dilúvio se passaram 600 anos;

A inundação durou Um ano e Dois Meses;

Do fim do Dilúvio até Abrahão se passaram 295 anos (*)

Então, de Adão até o Dilúvio se passaram 1656 anos; somando com 1 (um) ano da inundação do Dilúvio teremos 1657 anos; com mais 295 anos desde o fim do Dilúvio até Abrahão teremos o total de 1952 anos.

Estes 1952 anos, somamos a 2670 anos e teremos 4622 anos.  Subtraindo 2300 anos teremos 2322 anos, que correspondem desde Adão até Abrahão.

(*) O espaço de tempo de 295 anos desde o Fim do Dilúvio até Abrahão não contradiz as Escrituras Sagradas, que registram apenas 292 anos. Estes 3 (três) anos fazem parte de uma semana de anos, ou seja, 7 (sete) anos, referente as Setenta Semanas de anos, conforme veremos a seguir.

Assim, estes 2322 anos e meio se desdobram da seguinte maneira:

De Adão até Noé se passaram 1242 anos;

De Noé até Abrahão se passaram 1080 anos.

Observando, melhor, estes 2322 anos estão arredondados, lembrando que contamos apenas 1 (um) ano da inundação do Dilúvio, sendo que foi cerca de Um ano e Dois Meses. Vamos entender:

DANIEL 9,24-27: " " 24 Setenta Semanas foram fixadas a teu povo e à tua cidade santa para dar fim à prevaricação, selar os pecados e expiar a iniquidade, para instaurar uma justiça eterna, encerrar a visão e a profecia e ungir o Santo dos Santos. 25 Sabe, pois, e compreende isto: desde a declaração do decreto sobre a restauração de Jerusalém até um chefe ungido, haverá sete semanas; depois, durante sessenta e duas semanas, ressurgirá, será reconstruída com praças e muralhas. Nos tempos de aflição, 26 depois dessas sessenta e duas semanas, um ungido será suprimido, e ninguém (será) a favor dele. A cidade e o santuário serão destruídos pelo povo de um chefe que virá. Seu fim (chegará) com uma invasão, e até o fim haverá guerra e devastação decretada. 27 Concluirá com muitos uma sólida aliança por uma semana e no meio da semana fará cessar o sacrifício e a oblação; sobre a asa das abominações virá o devastador, até que a ruína decretada caia sobre o devastado. " "

70 ( Setenta ) Semanas de Anos são equivalente a 490 anos. Estes 490 anos se dividem em 49 (quarenta e nove) anos, ou Sete Semanas de Anos; 434 (quatrocentos e trinta e quatro) anos, ou Sessenta e Duas Semanas de Anos; e 7 (Sete) Anos, ou Uma Semana de Anos. Esta última Semana de Anos se divide em duas partes de três anos e meio. São Setenta Semanas de Anos entre Outubro do ano 455 A.E.C. até Outubro do ano 36 E.C., onde na metade dos Sete Anos (septuagésima semana), que corresponde entre outubro do ano 29 a outubro do ano 36; sendo que no dia 3 (três) de abril do ano 33 (metade da semana), Nosso Senhor Jesus Cristo doou a sua vida para remissão dos nossos pecados e no terceiro dia ressuscitou dos mortos. Ainda, parece que se passaram apenas Sete Semanas de Anos ( 49 anos ) e Sessenta e Duas Semanas de Anos ( 434 anos ) até o dia 30 ou 31 de agosto do ano 70, quando o Templo de Jerusalém foi destruído. Com isto, ficaram suspensos 7 ( Sete ) Anos, onde a primeira metade destes 7 ( Sete ) Anos, ou três anos e meio está associado a Um Tempo, Dois Tempos e Metade D'Um Tempo ( ou 1260 dias ); e, a outra metade destes sete anos está associado ao milênio.

Então, três anos e meio devem ser somados a 1656 anos (período desde Adão até o Dilúvio); com mais 1 (um) ano que corresponde a duração da Inundação do Dilúvio; com mais 292 anos (que corresponde desde o Fim do Dilúvio até Abrahão). Somando teremos o total de 1952 anos e meio. Estes 1952 anos e meio somados a 2670 anos totalizam-se 4622 anos e meio. Subtraindo 2300 anos, encontramos 2322 anos e Seis Meses. Então, podemos concluir que:

De Adão até Abrahão se passaram 2322 anos e Seis Meses.

Como entre Adão até Noé se passaram 1242 anos e quatro meses, quer dizer que entre Noé até Abrahão se passaram 1080 anos e dois meses.





CONCLUSÃO:


De Adão até Noé se passaram 1242 anos e quatro meses;

De Noé até Abrahão se passaram 1080 anos e dois meses.

Os três anos e meio começam com a Criação do Homem (Adão e Eva); e, se completam com o nascimento de Abrahão.

Referente estes Ciclos há Causa e Efeito ( Ação e Reação ).



DE ADÃO ATÉ NOÉ




DE ADÃO ATÉ NOÉ




GÊNESIS 5,1-31: " 1 Este é o livro da história da família de Adão. 3 Adão viveu cento e trinta anos: e gerou um filho à sua semelhança, à sua imagem, e deu-lhe o nome de Set. 6 Set viveu cento e cinco anos, e depois gerou Enos. 9 Enos viveu noventa anos , e depois gerou Cainan. 12 Cainan viveu setenta anos , e depois gerou Malaleel. 15 Malaleel viveu sessenta e cinco anos, e depois gerou Jared. 18 Jared viveu cento e sessenta e dois anos, e gerou Henoc. 21 Henoc viveu sessenta e cinco anos, e gerou Matusalém. 25 Matusalém viveu cento e oitenta e sete anos, e gerou Lamec. 28 Lamec viveu cento e oitenta e dois anos, e gerou um filho, 29 ao qual pôs o nome de Noé, dizendo: "Este nos trará, em nossas fadigas e no duro labor de nossas mãos, um alívio tirado da terra mesma que o Senhor amaldiçoou." "


ENTENDIMENTO:


De Adão até Noé encontramos 1056 anos.

Para entendermos o cálculo a seguir, vejamos o seguinte texto:

LUCAS 1,24: " Algum tempo depois Isabel, sua mulher concebeu; e por cinco meses se ocultava, "

LUCAS 1,56: " Maria ficou com Isabel cerca de três meses. Depois voltou para casa. "

Então, somando cinco meses com três meses teremos cerca de oito meses.

LUCAS 3,23: " Quando Jesus começou o seu ministério, tinha cerca de trinta anos, "

O ministério de Jesus foi cerca de três anos. Assim, se somarmos trinta anos com mais três anos teremos trinta e três anos; que por sua vez, somando a oito meses, teremos trinta e três anos e oito meses, aproximadamente.

A vida de Cristo é de cerca de trinta e três anos e oito meses, constituídos de Causa e Efeito; assim, entre agosto do ano 2 A.E.C. até 3 (três) de abril do ano 33 (Sexta-feira da paixão), são cerca de 33 (trinta e três) anos e 8 (oito) meses, embora o nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo tenha sido no ano 5 A.E.C..

De Adão até Noé são 1056 anos; mas, se tratam de 1056 anos, como Causa; e, 1056 anos, como Efeito.

APOCALIPSE 12,6: " A mulher fugiu então para o deserto, onde Deus lhe tinha preparado um retiro para aí ser sustentada por mil duzentos e sessenta dias. "

DANIEL 8,14: " Respondeu: "Duas mil e trezentas noites e manhãs. Depois disso o santuário será restabelecido". "

Os 1260 (mil duzentos e sessenta) dias são compostos, ou seja, multiplicado por dois teremos 2520 (Dois mil e quinhentos e vinte) dias.

Para entendermos quantos anos se passaram desde Adão até Noé, teremos o seguinte:

Destes 2520 (Dois mil e quinhentos e vinte) dias, 33 (trinta e três) anos e 8 (oito) meses são determinados, assim teremos:

2520 anos menos 33 anos e oito meses igual a 2486 anos e quatro meses.

Estes 2486 anos e quatro meses somamos a 1056 anos, que corresponde o espaço de tempo desde Adão até Noé. Assim, temos:

2486 anos e quatro meses com 1056 anos igual a 3542 anos e quatro meses.

Lembrando acerca das 2300 noites e manhãs, teremos:

3542 anos e quatro meses menos 2300 anos, isto é, o equivalente a 2300 dias, que é igual a 1242 anos e quatro meses.

Podemos concluir que desde Adão até Noé se passaram 1242 anos e quatro meses, isto é, os 1056 anos estão encadeados com 2520 anos, conforme o cálculo acima. Mas, ainda se tratam de 1056 anos, como Causa; e, 1056 anos, como Efeito. Significa que estes 1242 anos e quatro meses é um espaço de tempo que contém os 1056 anos, mas há diversos modos de visualizar estes 1242 anos e quatro meses, ou seja, são 1242 anos e quatro meses, como Causa; e, 1242 anos e quatro meses, como Efeito.



CONCLUSÃO:


De Adão até Noé temos cerca de 1242 anos e quatro meses.

 

 

 
 

 

 


domingo, 23 de setembro de 2012

PAZ ENTRE CRISTÃOS E MUÇULMANOS


PAZ ENTRE CRISTÃOS E MUÇULMANOS

 
 

               Primeiramente, relativo a religião Cristã, ainda falta reestabelecer todas as coisas, tendo em vista que virá o Profeta Elias para realizar esta missão, a fim de que as religiões possam entender os ensinamentos umas das outras, porque cada religião é fundamentada em um Sistema Doutrinário, que comparando com as Doutrinas de outras religiões, cria um atrito, parecendo difícil a compreensão. Mas esta barreira deverá ser desfeita, de modo que as religiões cristãs compreendam umas as outras, passando a se respeitar mutuamente.

               Procurando entender esta diversidade entre as religiões Cristãs, lembrando que além das religiões fundadas no Cristianismo, há um outro ramo que é o Espiritismo, destacando as obras de Allan Kardec e Francisco Cândido Xavier, parece complicar ainda mais os dois gumes da espada, acerca da existência da Reencarnação ou simplesmente Ressurreição, levando em conta a diversidade de interpretações e atritos (resistência), que aparecem entre as doutrinas, parece ser impossível compreender umas as outras, mas isto, aos olhos do homem, e não aos olhos de Deus; e, assim, diante desta dificuldade, imaginamos outra religião, trazida aos homens, por meio de Deus, digo o Islamismo, cujo profeta é Maomé. Assim, podemos imaginar que o Islamismo parece ser formado de diversas Doutrinas Religiosas, que por sua vez parece ser difícil o entendimento entre cada uma delas, mas isto, aos olhos do homem e não aos olhos de Deus, assim, esperamos o dia em que o Cristianismo e o Islamismo irão compreender-se mutuamente, de tal modo que cada Doutrina Religiosa seja respeitada, cujo objetivo, de tudo isto, é a Paz entre Irmãos Cristãos e Irmãos muçulmanos, e ainda entre Budistas.

               Para que isto se torne uma realidade, aguardamos que os filmes, que ofendem o Islã e, também, o profeta Maomé, sejam destruídos, a fim de que volte a Paz entre os Irmãos Muçulmanos com os Irmãos Cristãos, bem como a paz entre os Países que atualmente estão em guerra entre si. E, assim, na certeza de que cada um entenderá o seu próprio semelhante, reconhecendo que Jesus Cristo e o profeta Maomé são Irmãos Espirituais, com ensinamentos do grande Deus Todo Poderoso, e na certeza que cada um entenderá o outro, levantando a bandeira da Paz, até que chegue o dia que o Profeta Elias, que há de vir, restabelecerá todas coisas, de modo que possamos nos livrar da Guerra Mundial que há de vir, e estabelecer uma Paz Mundial, com segurança, a fim de que os ensinamentos dos Livros Sagrados possam ser levados a todas as nações.

               Enquanto isto, rezemos e oremos pelas decisões que podem trazer a Paz a Todos Nós, sejam inspiradas pelo Deus Todo Poderoso, às reuniões das Organizações das Nações Unidas, que se fará no dia 25 de setembro de 2012. Assim, Louvemos a Jeová, Único Deus, que se identificou com o nome de Allah aos Muçulmanos. Louvemos e Bendizemos a Allah, na esperança de que haja Paz. Assim seja.