domingo, 30 de dezembro de 2012

CARINHO






CARINHO


 

 
LUCAS 7,36-50: "36Convidou-o um fariseu a comer consigo, e, entrando Ele em casa do fariseu, pôs-se a mesa. 37E eis que chegou uma mulher, pecadora que era da cidade. E sabendo que Ele estava à mesa em casa do fariseu, com um vaso de alabastro de unguento 38pôs-se atrás d'Ele, junto a seus pés, chorando, e começou a banhar-lhe com lágrimas os pés, e enxugava-os com os cabelos de sua cabeça, e beijava-lhe os pés e os ungia com o unguento.
39Vendo isto, disse para si o fariseu que o convidara: Se este fosse profeta, conhecia quem e qual é a mulher que o toca, porque é uma pecadora. 40Tomando Jesus a palavra, lhe disse: Simão, tenho uma coisa a te dizer: E ele disse: Mestre, fala. 41Um credor tinha dois devedores: um devia-lhe quinhentos dinheiros, e outro cinquenta. 42Não tendo eles com que pagar, perdoou a ambos. Quem, pois, o amará mais? 43Respondendo Simão, disse: Suponho que aquele a quem ele perdoou mais. Disse-lhe Ele: Julgaste bem. 44E, voltando-se para a mulher, disse a Simão: Vês esta mulher? Entrei em tua casa, e não me deste água para os pés; porém ela regou-me os pés com suas lágrimas, e enxugou-os com seus cabelos. 45Não me deste o ósculo de paz; porém ela, desde que eu entrei , não tem cessado de me beijar os pés. 46Não ungiste minha cabeça com óleo, e esta ungiu-me os pés com unguento. 47Pelo que te digo que perdoados lhe são os seus muitos pecados, porque ela muito amou. Mas aquele a quem pouco se perdoa, pouco ama. 48E disse a ela: Teus pecados te são perdoados. 49Começaram os convidados a dizer entre si: Quem é este para perdoar até os pecados? 50E Ele disse à mulher: Tua fé te salvou, vai em paz."

O marido e a esposa retribuem carinho um ao outro. A mãe e os filhos sejam carinhosos entre si. Que o pai demonstre carinho a seus filhos e estes a seus pais. Que as pessoas sejam carinhosas entre si. Carinho é ser dócil e afável. A brandura é uma das leis de amor ao próximo. Sejam carinhosos, mas não cometam adultério. O Adultério é uma espécie de ira contra o próximo. Sejais brandos e não haja ira entre vós. Um abraço é um gesto de carinho. Estejais longe de toda violência. Vejais as crianças, como elas tem afeto entre si. Assemelhai as criancinhas, amando o próximo como a si mesmo. Lembrai da lei: Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo. Próximo não é coisa, então, Amai ao próximo sobre todas as coisas, ou seja: Amai a Deus e ao próximo sobre todas as coisas, assim como amais a si mesmos. Quero dizer: Amai a si mesmo sobre todas as coisas.

A Sublimação é um gesto de amor, de modo que escalam os degraus das provações, fortalecendo o espírito e suportando as provações da água e do sangue, pois a vontade não é ditada somente pelo corpo, mas também, pelo seu "eu interior". o corpo envelhecido seria mais forte se as provações fossem somente da carne, mas há também a vontade do sangue. Muitas coisas que aprendemos é por meio da carne e do sangue, mas, também, existem as coisas que são ensinadas que não vem da carne e nem do sangue.

Atravessando a fase da adolescência, nasce o namoro. Deste modo, podeis conhecer um ao outro. Mas existe a vontade da carne e a vontade do sangue. Sábia é a decisão em satisfazer a vontade, com uma vida estabilizada, porém, não há nada contra a vontade da carne e do sangue, desde que permaneçam prevenidos, pois da união entre o homem e a mulher, nasce uma só carne, ou seja, um filho ou uma filha, pois é deste modo que o homem e a mulher se tornam um, portanto, os pais estejam unidos para sempre, para cuidar dos filhos, a fim de que o que Deus uniu, ou seja, o homem e a mulher, que outro não separe, pois o filho deve ficar unidos a seus pais.

Andando, tropeçando, caindo, então, levante, e continue firme no caminho do bem. "Endireitai as suas veredas" (Mateus 3,3; Isaías 40,3). Procurai aprender a ler e escrever, a fim de aprender as boas coisas da vida, embora a vida possa ser amarga, enfim, será mais dócil, porém, tenhais esperança e não desistais de buscar a felicidade, que sempre permaneceu em teu coração.

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

O SEXTO SELO


21 de Dezembro de 2012 e o sexto selo do apocalipse



 
Apocalipse 6,12: "Vi quando o Cordeiro abriu o sexto selo, e sobreveio grande terremoto."

Selo cobre uma mensagem de Deus. Esta mensagem esta oculta e só se pode conhecer esta mensagem, quando o selo é rompido, porque deste modo pode ler o que está escrito. Então, através dos estudos das profecias Maias encontraram o ano 3114 a.C.. Esta data marca o início de um ciclo que se completa a cada 5125 anos, então, encontraram a data de 21 de dezembro de 2012. O que estaria associado a esta data? Entenderam que o pólo magnético da Terra iria inverter-se, resultando com o descongelamento dos pólos, inundando todo planeta, tal como foi nos dias do Dilúvio. Tomando como início o ano 5063 a.C., encontramos o ciclo de 1656 anos, onde somando linearmente encontramos o ano 3407 a.C.. Quando ocorreu o Dilúvio Universal, choveu durante quarenta dias e quarenta noites, mas a inundação durou cerca de Um ano; assim, somando 1 (um) ano a 3407 a.C. encontramos 3406 a.C.. A seguir, contamos 292 anos, tal como desde o fim do Dilúvio até Abrahão; então, encontramos o ano 3114 a.C., que coincide com a referência dos Maias; porém, seria como contar 1656 anos desde o ano 4770 a.C., porque se trata de Causa e Efeito. Logo, se trata de uma revelação divina, onde é registrado o ciclo de 5125 anos, que por sua vez, multiplicado por cinco, totalizam 25625 anos, que simboliza Um Ano Mundial. Logo, terminando o ciclo no dia 21 de dezembro do ano 2012, este ciclo reinicia novamente; assim, como se conta os dias do ano e os meses, entendendo que quando chega o dia 31 de Dezembro, sabemos que Meia-noite terminará o ano; e, então, o dia 01 (primeiro) de Janeiro inicia o ano seguinte. Cada mês por sua vez terminam ora no dia 30 (trinta), ora no dia 31 (trinta e Um), e o dia 01 (primeiro) inicia o mês seguinte, sendo que o mês de Fevereiro tem 28 ou 29 dias. Então, devido ser complexas as profecias, e de difícil interpretação, entendem que uma série de acontecimentos esteja marcado para o mesmo dia, entendendo, deste modo, o dia 21 de Dezembro do ano 2012, como o Dia do Fim do Mundo.

Fim do Mundo simboliza que se completa um ciclo, reiniciando novamente a etapa que este ciclo corresponde, logo, Fim do Mundo não significa Fim do Planeta Terra e nem Fim da Humanidade, pois todos nós haveremos de ressuscitar para a Vida Eterna, através do Útero Materno. Às vezes, a Terra vem simbolizar o Útero Materno, para mostrar como originou a humanidade, sendo que o primeiro homem, chamado Adão, foi criado do pó da Terra, e sendo criado o primeiro homem e de sua costela, criada a mulher, os descendentes são criados por meio do Útero Materno, desde a Concepção até o nascimento.

MATEUS 27,51-53: "E eis que o véu do Templo se rasgou em duas partes de alto a baixo, a terra tremeu, fenderam-se as rochas. Os sepulcros se abriram e os corpos de muitos justos ressuscitaram. Saindo de suas sepulturas, entraram na Cidade Santa depois da ressurreição de Jesus e apareceram a muitas pessoas."

O Evangelho faz comparação a um terremoto que ocorre e fende as rochas abrindo os sepulcros, onde aquele que ali está sepultado se levanta ressuscitado e sai da sepultura e aparece a muitos. Comparando com Apocalipse 6,12 trata-se de um selo que cobre uma verdade, onde aos poucos se torna conhecida, através dos rompimentos dos selos, e, quando se conhece a informação, entendemos que se aproxima o dia de um mundo melhor, onde aqueles que tiverem praticados obras boas, ressuscitarão para a vida eterna. Logo, Terremoto é uma figura de linguagem forçada, que simboliza a transformação pelo poder de Deus do que podia parecer inabalável.

"Quando o Sol estiver em Touro, a 20, a Terra tremerá violentamente,"

Nostradamus IX-83

Desta meneira, poderemos entender o verso de Nostradamus, acima, e saber qual ano se refere. O ano de 1992 marca o início de Mil anos, logo, compreende entre 1992 a 2992. O Sol simboliza Jesus, que revela alguma coisa a um personagem nascido sob o signo de Touro. A terra tremerá violentamente, parece significar o medo do fim do mundo, no vigésimo ano, ou seja, contando 20 (vinte) anos a partir do ano 1992, encontramos o ano 2012. E o ano 2012 chama a atenção para o dia 21 de dezembro, que o mundo entende como sendo o final do mundo, simbolizando final de um ciclo, onde novamente se reinicia. Concluindo, ficamos conhecendo parte dos significados das mensagens do Apocalipse e do Evangelho, apontando para 2012, onde a profecia não se encerra, porque esta parte das Escrituras se refere ao Dia do Senhor, que está na metade de Sete Anos, que completa 490 anos, porém, como entre Outubro do ano 29 a Outubro do ano 36 se passaram 7 (sete) anos, e o ano 33 (trinta e três) está na metade destes 7 (sete) anos; do mesmo modo há 7 (sete) anos suspensos que se refere ao futuro. A profecia não se realiza integralmente no ano 2012, porque o ano 2012 não está na metade destes 7 (sete) anos. Enfim, há de ressuscitar os Justos e injustos, onde os Justos reinarão com Cristo durante Mil anos, quando chegar o momento; e, outros ressuscitarão através do ventre materno para habitar a Terra, quando começar a reinar o Bem. A respeito de tal dia e tal hora, ninguém sabe, nem os anjos do Ceú, nem o Filho, mas só o Pai. (Mateus 24,36).

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

SEDE PERFEITOS

FRAGMENTOS DE TEXTOS - Hebreus 9,27


 
SEDE PERFEITOS


Sede Perfeitos, mas se eu cometi erros no passado, não são os erros que devem ser tomados como modelo (exemplo), mas sim as qualidades que começam a se multiplicar, portanto, sejamos modelos de perfeição das qualidades, das coisas boas da vida, do amor que vem do coração. As imperfeições, venceremos com o tempo, e as qualidades começa a aparecer na medida que vencemos os nossos defeitos, de tal modo que cada defeito que vencemos é uma Vitória, pois, foi decretado que cada defeito, em sua totalidade só se morre uma vez. (Hebreus 9,27).
 
Eu cometi erros no passado, não para viver estes mesmos erros no futuro, mas sim para ser uma pessoa melhor, de maneira como não era. Se eu estou conseguindo mudar a mim mesmo e ser melhor a cada dia, então, digo: em cada pessoa existe esta mesma esperança de modo que se torne melhor, como não era, portanto, cada pessoa pode mudar a si mesmo para melhor; então, posso dizer: Que Jesus sofreu na cruz para salvar todos nós, de tal modo que nenhuma pessoa se perca, então, o julgamento consiste nisto: que condenamos em nós mesmos tudo que é contra a lei natural ou divina, que condenamos em nós mesmos, os nossos defeitos, quando, então, começamos a notar que começa a iluminar em nós, os valores que possuímos, sabendo que: Cada um vem conquistando estes mesmos valores de maneira diferente, por isto, somos diferentes uns dos outros, mas buscando os mesmos valores, as mesmas virtudes.





COMO RESTAURAR TODAS AS COISAS?

Malaquias 4,5-6 ou Malaquias 3,23-24


 

Os filhos são a imagem e semelhança dos pais, assim como o homem é a imagem e semelhança de Deus, por isto se ensinarmos as crianças coisas boas, elas aprenderão a praticar coisas boas, pois deste modo reconcilia o coração dos pais aos filhos e dos filhos aos seus pais, formando, assim, um mundo melhor. É com amor que mudamos as pessoas para melhor, de tal modo que o Cristo Jesus age em cada pessoa, mudando-a para melhor, pois Deus amou o mundo, não para perecermos todos, mas por meio deste mesmo amor, todos sejamos salvos e tenhamos vida plena.

 

sábado, 6 de outubro de 2012

CRONOLOGIA BÍBLICA




CRONOLOGIA BÍBLICA
 

 


De Adão até Noé se passaram 1056 anos;

de Noé até o Dilúvio se passaram 600 anos;

A inundação durou cerca de Um ano e Dois Meses;

Do fim do Dilúvio até Abrahão se passaram 295 anos;

De Abrahão até a descida de todo Israel a terra do Egito se passaram 290 anos;

Da descida de todo Israel a terra do Egito até sua retirada (Êxodo) se passaram 430 anos;

Da retirada de todo Israel da terra do Egito (Êxodo) até a Construção do Templo no quarto ano de reinado de Salomão se passaram 480 anos;

Da Construção do Templo até os dias de Nosso Senhor Jesus Cristo se passaram 490 anos (conta-se 1021 anos e meio).

Desde Adão temos cerca de 4173 anos e 8 (oito) meses.

Com base nestes dados, formamos a seguinte cronologia:

De Adão até Noé se passaram 1242 anos e quatro meses;

De Noé até Abrahão se passaram 1080 anos e Dois meses;

De Abrahão até Moisés se passaram 515 anos e 9 (nove) meses;

De Moisés até Davi se passaram 570 anos;

De Davi até o ano de nacimento de Jesus Cristo se passaram 1350 anos.

Obtemos o total de 4758 anos e 3 (três) meses.






7000 ANOS
 

Entre Outubro do ano 455 A.E.C. a outubro do ano 36 se passaram 490 anos, mas entre Agosto do ano 456 A.E.C. até Agosto do ano 35, também, se passaram 490 anos, por causa da existência de Duas Cortinas do Santuário, logo o nono mês a seguir é Maio do ano 36 da Nossa Era, mas tomaremos como referência Março/Abril do Ano 36, isto é, Mês de Nisan. Como desde Adão encontramos o espaço de tempo de 4173 anos e 8 (oito) meses, até Março/Abril do Ano 36, assim, o início desde período é Julho/Agosto do ano 4139 A.E.C.. Contamos 1656 anos e encontramos Julho/Agosto do ano 2483 A.E.C.. Então, contamos 7000 anos e encontramos Julho/Agosto do ano 4518, formando 9 (nove) meses com Maio do Ano 4519.

Tomando como referência o mês e o ano que Isabel, mãe de João Batista, ficou grávida, em Agosto do ano 6 A.E.C., então, contamos 1260 anos e teremos Agosto do ano 1255; então, contamos 1290 anos e encontramos Agosto do ano 2545. Daí, contamos 1656 anos e encontramos Agosto do ano 4201. Calculando 7000 anos anteriores encontramos Agosto do ano 2800 A.E.C., formando 9 (nove) meses com Maio do ano 2799 A.E.C..

Entre Agosto do ano 2800 A.E.C. até Agosto do ano 4518 encontramos 7317 anos. Significa que o Ciclo é de 7317 anos. Multiplicando 7317 anos por 7 (sete) teremos 51219 anos (equivalente a Dois Anos Mundiais).

Com base nestes dados, podemos estudar as Escrituras Sagradas e entender a Cronogia Bíblica, em que ano de acordo com a história aconteceu determinado fato da história Bíblica, lembrando que:

Há vários tipos de estruturas;

Há Causa e Efeito;

Há 7 (Sete) Esferas de Tempos diferentes.








CRONOLOGIA APROXIMADA

 


5063 A.E.C./ 4763 A.E.C. : Primeiro ano de Adão;

3521 A.E.C. : Nascimento de Noé;

2799 A.E.C. : Fim do Dilúvio Universal;

2440 A.E.C. : Nascimento de Abrahão;

1925 A.E.C. : Nascimento de Moisés;

1355 A.E.C. : Nascimento de Davi;

5 A.E.C. : Nascimento de Jesus.

 


DE DAVI ATÉ JESUS CRISTO



DE DAVI ATÉ JESUS CRISTO
 

               Tomando como referência Março/Abril do ano 1925 A.E.C. contamos 3,5 anos (três anos e meio), com 430 anos, com 480 anos, e encontramos Setembro/Outubro do ano 1012 A.E.C.. Então, contamos 1021 anos e meio até Março/Abril do ano 11. Foi, provavelmente, no ano 11 (décimo primeiro) que o menino Jesus foi encontrado no templo conversando com os Doutores da Lei, após três dias, no mês de Nisan.

               Entre Março/Abril do ano 1925 A.E.C. até Março/Abril do ano 1355 A.E.C. se passaram 570 anos. Parece ser no ano 1355 A.E.C., quando nasceu Davi. No ano de nascimento de Davi tem início a contagem do espaço de tempo de 1021 anos e meio. Este espaço de tempo compreende a época de nascimento de Davi até os dias de Nosso Senhor Jesus Cristo.

DANIEL 12,12-13: "Feliz quem esperar e alcançar mil trezentos e trinta e cinco dias! Quanto a ti, vai até o fim. Tu repousarás e te levantarás para (receber) tua parte de herança, no fim dos tempos."

               1335 dias com mais 1335 dias são 2670 dias. 2670 dias é equivalente a 2670 anos. Tratam-se de compostos de 1335 dias de anos.

DANIEL 8,14: "Respondeu: "duas mil e trezentas noites e manhãs. Depois disto o Santuário será reestabelecido".

               2300 dias é equivalente a 2300 anos.

               Dede Davi até os dias de Nosso Senhor Jesus Cristo se passaram 1021 anos e meio. Este espaço de tempo, somamos a 2670 anos, e obtemos 3691 anos e meio. Então, subtraímos 2300 dias, e o resultado será 1391 anos e meio.

LUCAS 1,24-25: "Algum tempo depois Isabel, sua mulher, concebeu; e por cinco meses se ocultava, dizendo: "Eis a graça que o Senhor me fez, quando lançou os olhos sobre mim para tirar o meu opróbrio dentre os homens." "

LUCAS 1,56: "Maria ficou com Isabel cerca de três meses. Depois voltou para casa."

               Com base no texto acima, somamos cinco meses com três meses, e teremos o espaço de tempo de cerca de Oito meses.

LUCAS 3,23: "Quando Jesus começou o seu ministério, tinha cerca de trinta anos, e era tido por filho de José,"

               O Ministério de Jesus durou cerca de 3 (três) anos. Então, somamos oito meses com 30 (trinta) anos com mais 3 (três) anos e teremos cerca de 33 (trinta e três) anos e 8 (oito) meses.

               Este espaço de tempo de cerca de 33 (trinta e três) anos e 8 (oito) meses começa em agosto do ano 2 A.E.C. até o dia 3 (três) de abril do ano 33, (Sexta-Feira da Paixão). Então, somamos 33 (trinta e três) anos e 8 (oito) meses ao espaço de Tempo de 1391 anos e meio, e obtemos cerca de 1425 anos e dois meses.

               No dia 30 ou 31 de agosto do ano 70, o Templo de Jerusalém foi destruído. Nesta data completou o espaço de tempo de 1021 anos. Para completar 1021 anos e meio, contamos seis meses até o ano 71 e dois meses.

               Concluindo: Entre o início do ano 1355 A.E.C. até o ano 71 e dois meses se passam cerca de 1425 anos e dois meses.

               Somando 490 anos, com mais 490 anos, teremos 980 anos. Tratam-se de compostos de 490 anos. Daí, somamos 980 anos a 2670 anos, e teremos 3650 anos. Do resultado, subtraímos 2300 anos, e encontramos 1350 anos. Significa que desde Davi até o ano de nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo se passaram 1350 anos. Davi nasceu, provavelmente, no ano 1355 A.E.C.; então, Nosso Senhor Jesus Cristo nasceu no ano 5 A.E.C.. Provavelmente em Julho/Agosto do ano 6 A.E.C.,  Zacarias voltou para casa, depois dos dias de seus serviços no Templo, quando o Anjo Gabriel anunciou a ele, que ele seria pai de João Batista, e então, voltando para casa, sua mulher, que se chamava Isabel, concebeu. 

               Entre Julho/Agosto do ano 6 A.E.C. se passaram  seis  meses  até Janeiro/Fevereiro do ano 5  A.E.C., aproximadamente. Então, Janeiro/Fevereiro do ano 8 (oito) completa 12 (doze) anos da idade de Jesus Cristo. Entre Janeiro/Fevereiro do ano 8 (oito) a Janeiro/Fevereiro do ano 11 (onze) se passaram 3 (três) anos. Estes 3 (três) anos somados a seis meses (que vai do momento que Isabel ficou grávida, até Janeiro/Fevereiro do ano 5 A.E.C.), completam 3,5 anos (três anos e meio) das 70 (Setenta) Semanas de Anos. Teria Jesus Cristo ficado no templo durante 3 (três) anos conversando com os Doutores da Lei, ouvindo-os e interrogando-os? Vejamos na passagem, a seguir:

MATEUS 27,51-53: "E o véu do Templo rasgou-se de cima a baixo em duas partes, a terra tremeu, e fenderam-se as rochas; abriram-se os monumentos, e muitos corpos de santos ressuscitaram, e saindo dos sepulcros, depois da ressurreição de Jesus, vieram à cidade santa e apareceram a muitos".

               No ano de Nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo teve início um Grande Terremoto, isto é, as Mudanças das Estações do Ano, de modo que, tendo Jesus nascido no mês de Novembro do ano 5 A.E.C. (Cinco Antes da Nossa Era), quando tinha cerca de 12 (doze) anos, em Março/Abril do ano 11 (décimo primeiro), depois de três dias, Ele foi encontrado no Templo conversando com os doutores da Lei, ouvindo-os, ou seja, prestando atenção sobre a Palavra de Deus, e os interrogando. E, foi em Março/Abril do ano 33 (Trinta e Três), que Ele doou a sua Vida para Remissão dos Nossos Pecados, sendo que o dia 25 (Vinte e Cinco) de Março do ano 33 (Trinta e Três) caiu numa Quarta-Feira; então, no Terceiro dia, onde cada dia corresponde a Um Ano, ou seja, no ano 35 (Trinta e Cinco), sendo que o dia 25 e Março do ano 35 (Trinta e Cinco) caiu na Sexta-Feira, ficando conhecida como o Verdadeiro Dia que Jesus foi Crucificado, sendo que Ele foi pregado numa Estaca de Tortura, no dia 3 (Três) de Abril do Ano 33 (Trinta e Três), e no mês de Agosto do ano 35 (Trinta e Cinco), conforme o Calendário Juliano, que se corrige para o Calendário Gregoriano, como sendo o dia 19 (dezenove) de Agosto, parecendo ser este o Verdadeiro Dia, que Nosso Senhor Jesus Cristo Ressuscitou, ou seja, no Terceiro Dia, na Madrugada de Segunda-Feira, porque Domingo é o Terceiro Dia, à luz do Sol; mas Segunda-Feira é a Terceira Noite, à luz da Lua, conforme a passagem a seguir:

MATEUS 27,45: "Desde a hora Sexta estenderam-se as trevas sobre toda a Terra até a hora nona".
Isto significa que "desde a hora sexta até a hora nona, Jesus permaneceu no Sepulcro, no sono da morte", mas para entendermos, vejamos a seguinte passagem que não está escrita:

               "Desde a hora Sexta até a hora Nona, a Lua entra no Sangue".
               Isto significa que "Desde a hora Sexta, que é Meia Noite, até a hora Nona, que é ás Três horas da Madrugada, de manhãzinha, a Lua (Alma de Jesus), entra no Sangue (enche-se de Vida).
Por isto, podemos entender que Jesus Ressuscitou na Terceira Noite, de manhãzinha.

               Quando o menino Jesus tinha 12 (doze) anos de idade, Ele ficou cerca de Três Anos, simbolizados por Cerca de Três dias, no Templo, logo, não foi Três dias completos, ou Três Anos completos que Ele ficou no Templo, porque, conforme está escrito, o Véu do Santuário rasgou-se em duas partes, onde uma parte do Véu está relacionada com o dia 25 (Vinte e Cinco) de Março do ano 33, e a outra parte do Véu, com o dia 03 (Três) de Abril do ano 33, que caiu na Sexta-Feira, sendo que Ele ficou Dois anos, simbolizados por Dois Dias, no Sepulcro, Ressuscitando no Terceiro Dia, bem como, a Terceira Noite. O importante a Observar é que são Dois Anos e Três Meses e 40 (Quarenta) Dias, simbolizados por Dois Dias e Três horas, pois cada hora corresponde a um mês, e cada Dia corresponde a Um Ano, lembrando que houve Tardes e Manhãs, ou seja, Dia e Noite.



CONCLUSÃO:


                Desde Davi até Jesus Cristo se passaram cerca de 1350 anos.


DE MOISÉS ATÉ DAVI





DE MOISÉS ATÉ DAVI



GÊNESIS 21,5: "Abraão tinha cem anos, quando nasceu o seu filho Isaac."

GÊNESIS 25,26-27: "Isaac tinha sessenta anos quando eles vieram ao mundo. Os meninos cresceram. Esaú tornou-se um hábil caçador, um homem do campo, enquanto Jacó era um homem pacífico, que morava em tenda."

GÊNESIS 47,9: "Jacó respondeu-lhe: "O número dos anos de minha peregrinação é de cento e trinta anos. Curtos e maus foram os anos de minha vida, e não atingiram o número dos que viveram meus pais durante sua peregrinação."

ÊXODO 12,40-41: "A permanência dos israelitas no Egito durara quatrocentos e trinta anos. Exatamente no fim desses quatrocentos e trinta anos, todos os exércitos do Senhor saíram do Egito:"

GÁLATAS 3,17: "Afirmo, portanto: a lei, que veio quatrocentos e trinta anos mais tarde, não pode anular o testamento feito por Deus em boa e devida forma e não pode tornar sem efeito a promessa."








RESUMO


De Abrahão até a descida de todo Israel a terra do Egito se passaram 290 anos;

Da descida de todo Israel a terra do Egito até sua reitirada (Êxodo) se passaram 430 anos.

Desde Abrahão até Moisés se passaram cerca de 515 anos e 9 (nove) meses. Durante este período está o espaço de tempo de 290 anos. Para calcularmos quantos anos se passaram desde Moisés até Davi, 290 anos são determinados. Estes 290 anos fazem parte de 430 anos. Para completar 430 anos restam 140 anos. Juntamente com estes 140 anos encontramos o espaço de tempo de 430 anos; então, somando 430 anos com 140 anos, obtemos 570 anos.

O Dilúvio Universal parece ter terminado no ano 2799 A.E.C.. Tomando como referência Maio do ano 2799 A.E.C. contamos 3,5 anos (três anos e meio) com mais 292 anos, 290 anos, 430 anos, 480 anos com mais 480 anos e 490 anos. Encontramos Outubro/Novembro do ano 334 A.E.C.. Esta data corresponde a 1021 anos e meio desde Maio do ano 1355 A.E.C.. Isto quer dizer que Davi nasceu no ano 1355 A.E.C..








CONCLUSÃO:



Entre o início do ano 4763 A.E.C. até Maio/Junho do ano 3521 A.E.C. se passaram 1242 anos e quatro meses;

Entre Maio/Junho do ano 3521 A.E.C. até Agosto do ano 2441 A.E.C. se passaram 1080 anos e dois meses;

Entre Agosto do ano 2441 A.E.C. até Maio do ano 1925 A.E.C. se passaram 515 anos e 9 (nove) meses;

Entre Maio do ano 1925 A.E.C. até Maio do ano 1355 A.E.C. se passaram 570 anos.



Concluindo, desde Moisés até Davi se passaram 570 anos.

 

 

 


domingo, 30 de setembro de 2012

DO FIM DO DILÚVIO ATÉ MOISÉS



DO FIM DO DILÚVIO ATÉ MOISÉS




GÊNESES 21,5: " Abrahão tinha cem anos, quando nasceu o seu filho Isaac. "

GÊNESES 25,26-27: " Isaac tinha sessenta anos quando eles vieram ao mundo. Os meninos cresceram. Esaú tornou-se um hábil caçador, um homem do campo, enquanto Jacó era um homem pacífico, que morava na tenda. "

GÊNESES 47,9: " Jacó respondeu-lhe: " O número dos anos de minha peregrinação é de cento e trinta anos. Curtos e maus foram os anos de minha vida, e não atingiram o número dos que viveram meus pais durante sua peregrinação." "

ENTENDIMENTO

               Desde Abrahão até a Descida de Todo Israel a terra do Egito se passaram 290 anos.

               A referência do ano que terminou o Dilúvio Universal é entre Agosto do ano 2800 A.E.C. e Maio do ano 2799 A.E.C.. Do fim do Dilúvio até Abrahão se passaram 292 anos, mas contaremos 292 anos, como Causa; e, 292 anos, como Efeito, ou seja, o Total de 584 anos, (292 anos com mais 292 anos). Desde Abrahão até a descida de Todo Israel a Terra do Egito se passaram 290 anos, então, somaremos 584 anos a 290 anos, e teremos o Total de 874 anos. 
               À partir de Maio do ano 2799 A.E.C. contamos 874 anos, e encontramos Maio do ano 1925 A.E.C..

               Noé nasceu por volta do ano 3521 A.E.C.. E pela Cronologia Bíblica, de Adão até Noé se passaram 1056 anos. Lembrando das 2300 noites e manhãs, ou seja, Tardes e Manhãs, (Daniel 8,14), estes 2300 anos determinam 1000 anos. Então, subtraindo 2300 anos menos 1000 anos, teremos 1300 anos. Este espaço de tempo de 1300 anos corresponde a 1260 anos mais 40 anos. Entendendo, os 1056 anos se desdobram em 1000 anos, mais 56 anos. Estes 56 anos estão encadeiados com 40 anos. Então, somando 56 anos com 40 anos teremos o total de 96 anos. Calculando 96 anos anteriores ao ano 3521 A.E.C. encontramos o ano 3617 A.E.C.. Então, 1000 (Mil) anos anteriores corresponde ao ano 4617 A.E.C.

               Tomando como referência o ano 4617 A.E.C. calculamos 1656 anos e encontramos o ano 2961 A.E.C.. E somando a 7 (Sete) anos encontramos o ano 2954 A.E.C.. Então, somamos a 292 anos e teremos o ano 2662 A.E.C.. Juntamente, somamos a 430 anos com mais 430 anos, e encontramos o ano 1802 A.E.C..

DEUTERONÔMIO 34,7: " Moisés tinha cento e vinte anos no momento de sua morte: sua vista não se tinha enfraquecido, e o seu vigor não se tinha abalado. "

               Significa que o ano 1802 A.E.C. corresponde ao ano de nascimento de Moisés, somado ao espaço de tempo de 120 (Cento e Vinte) anos. Calculando, encontramos o ano 1922 A.E.C..

ÊXODO 10,21-22: " O Senhor disse a Moisés: " Estende a mão para o Céu, e que se formem sobre todo o Egito trevas (tão espessas) que se possam apalpar. " Moisés estendeu a mão para o céu, e durante três dias espessas trevas cobriram todo o Egito. "

               Lembrando do cálculo acima, desde o fim do Dilúvio se passaram 292 anos, com mais 292 anos, somados com 290 anos. Simbolizam 292 anos, como Causa; e, 292 anos, como Efeito. Entendendo, o Milênio se divide em 52 (cinquenta e dois) anos, 56 (cinquenta e seis) anos, 600 (seiscentos) anos, e 292 (duzentos e noventa e dois) anos. E juntamente está a metade de 7 (Sete) anos, que simboliza a septuagésima semana, das Setenta Semanas de Anos. Quer dizer que os três dias de trevas espessas no Egito indicam que estava completando as Setenta Semanas de Anos, onde restava três anos e meio. Então, ao encontrar o ano 1922 A.E.C., temos que calcular três anos anteriores, que é o ano 1925 A.E.C. que simboliza que tem início os três anos e meio, que se completam no ano que houve os três dias de trevas sobre todo o Egito.

               Para entendermos melhor, estes ciclos que são citados nas Escrituras, ou seja, a Cronologia Bíblica desde a Criação, parece que irá se repetir no futuro. Assim, projetando os dados para a época futura poderemos entender melhor o raciocínio acima:

               Entre agosto do ano 2 A.E.C. até 3 (três) de abril do ano 33, na sexta-feira, quando Nosso Senhor Jesus Cristo doou a sua vida para remissão dos nossos pecados, se passaram 33 (trinta e três) anos e 7 (sete) meses e 20 (vinte) dias, equivalentes a 33 (trinta e três) anos e 8 (oito) meses. Desde Davi até o ano de nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo se passaram o espaço de tempo de 1010 anos, sendo que até o ano 11 (onze), quando o menino Jesus foi encontrado no Templo por seus pais, se passaram 1021 anos e meio. Estes 1021 anos e meio são constituídos de Causa e Efeito, logo, lembrando que as Setenta Semanas de anos se completam em Outubro do ano 36, parece que os 1021 anos e meio se completam no ano 37 e 7 meses. O Templo de Jerusalém foi destruído no dia 30 ou 31 de agosto do ano 70. Nesta data se completou 1021 anos, e para completar 1021 anos e meio restam seis meses que se completam no ano 71 (Setenta e Um) e Dois Meses. Logo, a referência que parecia ser o ano 37 e 7 meses, quando se completam os 1021 anos e meio, devemos somar 33 (trinta e três) anos e 7 (sete) meses e 20 (vinte) dias, que são equivalentes a 33 (trinta e três) anos e 8 (oito) meses, que corresponde entre o ano 37 e 7 meses ao ano 71 e dois meses, sendo que historicamente estes 33 (trinta e três) anos e 7 (sete) meses estão entre agosto do ano 2 A.E.C. a 3 (três) de abril do ano 33, apesar de se tratar de Causa e Efeito, ou seja, também estes 33 (trinta e três) anos e 8 (oito) meses tem início no ano 6 A.E.C., depois dos dias que  o Anjo Gabriel anunciou a Zacarias, que ele seria pai de João Batista, e terminados os serviços de Zacarias no Templo, ele voltou para casa, e Isabel, sua esposa, concebeu, no ano 6 A.E.C..

               Assim, temos então o ano 37 e 7 meses, e daí somamos a 2670 anos, e teremos o ano 2707 e 7 meses. Se somarmos 1000 anos ao ano 2707 e 7 meses, teremos o ano 3707 e 7 meses. Subtraindo 1656 anos encontramo o ano 2051 e 7 meses. Então, subtraindo 52 anos teremos o ano 1999 e 7 meses. Podemos notar que 52 anos ficaram suspensos desde a Criação do Mundo, pois a Cronologia Bíblica registra 1656 anos desde Adão até o Dilúvio; e 292 anos, do fim do Dilúvio até Abrahão; ou o total de 1948 anos, ficando suspensos 52 anos para completar 2000 anos. O período de Um ano e Dois Meses, referente a duração da inundação do Dilúvio Universal, faz parte das Setenta Semanas de Anos.

               Voltando ao ano 2707 e 7 meses somamos, então, 1656 anos e encontramos o ano 4363 e 7 meses. Então, somamos mais 1 (um) ano que simboliza a duração do Dilúvio Universal, e teremos o ano 4364 e 7 meses. E, daí, somamos a 292 anos, e encontramos o ano 4656 e 7 meses. Quando se completar os Mil anos terá início a esfera de tempo de 430 anos. Somando 430 anos com 430 anos, teremos 860 anos, (porque são 430 anos, como Causa; e, 430 anos, como Efeito). Somando ao ano 4656 e 7 meses, estes 860 anos, encontramos o ano 5516 e 7 meses.

               Moisés viveu 120 (Cento e Vinte) Anos, então, com relação o ano 5516 e 7 meses subtraimos 120 (Cento e Vinte) Anos e encontramos o ano 5396 e 7 meses. Finalmente, subtraimos três anos e meio e teremos Janeiro/Fevereiro do ano 5393. Para encontrar qual ano corresponde esta data, antes da Era Cristã, subtraimos 7317 anos, que parece formar todo o ciclo, e teremos Janeiro/Fevereiro do ano 1925 A.E.C. (lembrando que não existiu ano Zero). Significa que Moisés nasceu possivelmente no ano 1925 A.E.C..

               Somando ao ano 71 e dois meses, o espaço de tempo de 2670 anos, encontramos o ano 2741 e dois meses. Somando a 1056 anos teremos o ano 3797 e dois meses. Entre o ano 2555 e 7 meses a Novembro/Dezembro do ano 3797 são 1242 anos e quatro meses. Ou ainda, entre Outubro do ano 2554, a Janeiro/Fevereiro do ano 3797 são 1242 anos e quatro meses. Somando 1080 anos e dois meses ao ano 3797 e dois meses, encontramos Maio do ano 4877. Entre Maio do ano 4877, a Janeiro/Fevereiro do ano 5393 são cerca de 515 anos e 9 (nove) meses. Então, podemos concluir que:

               Desde o nascimento de Abrahão até o nascimento de Moisés se passaram cerca de 515 anos e 9 (nove) meses.

CRONOLOGIA

De Adão até Noé se passaram cerca de 1242 anos e quatro meses;

De Noé até Abrahão se passaram cerca de 1080 anos e dois meses;

De Abrahão até Moisés se passaram cerca de 515 anos e 9 (nove) meses.

Lembrando que cada ciclo é constituído de Causa e Efeito.

               O ano 2555 e 7 meses, que foi encontrado no futuro, parece iniciar os 1242 anos e quatro meses, como Efeito. Logo, o período de 1242 anos e quatro meses, como Causa, tem início anteriormente. Há várias maneiras de ver este ciclo, por exemplo, desde o ano 5 A.E.C., quando nasceu Nosso Senhor Jesus Cristo, tem início estes 1242 anos, ou seja, até por volta do ano 1238. A seguir, temos 1080 anos, entre o ano 1238 até meados do ano 2318 ou início do ano 2319. Como desde Adão até o Dilúvio se passaram 2262 anos, conforme a Septuaginta (Versão Grega dos Setenta), contando a partir do ano 5 A.E.C. encontramos o ano 2258.

               1260 dias é equivalente a 1260 anos. E, 1260 anos com 1000 anos é igual a 2260 anos. Contando 2260 anos desde o ano 5 A.E.C., encontraremos o ano 2256. O ano 2256 parece iniciar 1656 anos, como Causa; e, o ano 2555 parece inciar 1656 anos, como efeito. Mas, o Milênio Bíblico parece que já começou, e o ano 2012 parece simbolizar o Vigésimo Ano, (lembrando que as 2300 noites e manhãs começam com os 490 anos, embora determinam, também, os 1000 anos).


DE ADÃO ATÉ O DILÚVIO UNIVERSAL




DE ADÃO ATÉ O ANO DO DILÚVIO UNIVERSAL




De Adão até o Dilúvio se passaram 1656 anos. Porém, são 1656 anos, como Causa; e, 1656 anos, como Efeito. O início deste período parece ser Agosto do ano 5063 A.E.C.. Também neste ano tem início 7 (Sete) anos, que corresponde ao final das 70 (Setenta) Semanas de Anos. Contando três anos e meio encontramos Janeiro/Fevereiro do ano 5059 A.E.C.. A partir desta data contamos 1656 anos e encontraremos Janeiro/Fevereiro do ano 3403 A.E.C.. Para completar os 7 (Sete) anos contamos três anos e meio e encontramos Agosto do ano 3400 A.E.C.. A inundação do Dilúvio Universal durou Um Ano e Dois Meses. Calculando Um Ano e Dois Meses anteriores, a Agosto do ano 3400 A.E.C., encontramos Maio do ano 3401 A.E.C.

GÊNESIS 6,1-3: " Quando os homens começaram a multiplicar-se sobre a terra, e lhe nasceram filhas, os filhos de Deus viram que as filhas dos homens eram belas, e escolheram esposas entre elas. O Senhor então disse: "Meu espírito não permanecerá para sempre no homem, porque todo ele é carne, e a duração de sua vida será só de cento e vinte anos." "

Acima, encontramos Maio do ano 3401 A.E.C.. Então calculamos a partir desta data 120 (cento e vinte) anos anteriores e encontraremos Maio do ano 3521 A.E.C., e calculando 9 (nove) meses a seguir encontramos Fevereiro/Março do ano 3520 A.E.C.. Parece ser no ano 3520 A.E.C. que nasceu Noé. Calculando 1242 anos e 4 (quatro) meses, anteriores, encontramos Março/Abril do ano 4763 A.E.C.. Significa que entre Março/Abril do ano 4763 A.E.C. a Fevereiro/Março do ano 3520 A.E.C. está o espaço de tempo de 1056 anos. Sendo o ano 3520 A.E.C., a data de nascimento de Noé, então, se contarmos seiscentos anos após, encontraremos o ano 1656 de Adão. Estes seiscentos anos estão encadeados com cento e vinte anos, (conforme Gênesis 6,1-3). Contando seiscentos anos após Maio do ano 3399 A.E.C. encontramos Maio do ano 2799 A.E.C., ou então, contamos seiscentos anos entre Agosto do Ano 3400 A.E.C. a Agosto do  Ano 2800 A.E.C.. Significa que o ano 2800 A.E.C. parece ser o ano que teve fim o Dilúvio Universal, ou seria o ano 2799 A.E.C.. A inundação durou Um ano e Dois Meses, que parece corresponder entre Maio/Junho do ano 2801 A.E.C. a Agosto do ano 2800 A.E.C., ou até Maio do ano 2799 A.E.C., entendendo que se trata do período entre este espaço de tempo de 9 (nove) meses.  Logo, entre Agosto do ano 5063 A.E.C. a Agosto do ano 2800 A.E.C. se passaram 2263 anos. Este intervalo de tempo simboliza 1656 anos, como Causa; e, 1656 anos, como Efeito, desde o primeiro ano de Adão até a época do fim do  Dilúvio Universal.

Conforme a Versão grega dos Setenta ( A Septuaginta ), desde Adão até o Dilúvio teria transcorrido 2262 anos, e pela Bíblia hebraíca 1656 anos.

Melhor entendendo, 1260 dias (Um Tempo, Dois Tempos e Metade D'Um Tempo), que é equivalente a 1260 anos, está encadeiado com 1000 (Mil) anos; então, somando 1260 anos com 1000 anos, obtemos 2260 anos. Este ciclo de 2260 anos marca o início de 3,5 anos. Mas estes três anos e meio se completam no término destes 2260 anos. Então, somando 2260 anos com 3,5 anos teremos o total de 2263 anos e meio. Significa que desde Adão até o fim do Dilúvio se passaram 2263 anos e meio. A inundação do Dilúvio durou Um ano e Dois Meses; então, desde Adão até o Dilúvio se passaram 2262 anos e quatro meses. Com base nestes dados, podemos entender que o início deste ciclo começou em Agosto do ano 5063 A.E.C.. Logo, podemos concluir que os dados fornecidos pela Septuaginta, ou Versão Grega dos Setenta, onde calcula 2262 anos, desde Adão até a época do Dilúvio, está arredondado. Os "Santos Padres" não registraram o número de meses, que parece ser 2262 anos e quatro meses.

Conforme o cálculo acima, o Dilúvio Universal terminou no ano 2799 A.E.C.. Então, contando 7000 anos encontramos o ano 4202 (lembrando que não existiu ano Zero). O ano 4202 é o ano 1656 a partir do ano 2546. Somando 1260 dias com 1290 dias teremos o total de 2550 dias. Significa que no ano 2546 completará 2550 anos desde o ano de nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo. Calculando 2550 anos anteriores encontramos o ano 5 A.E.C..



DE NOÉ ATÉ ABRAHÃO





DE NOÉ ATÉ ABRAHÃO




GÊNESIS 7,6: " Noé tinha seiscentos anos quando veio o dilúvio sobre a terra. "

GÊNESIS 7,11-12: " No ano seiscentos da vida de Noé, no segundo mês, no décimo sétimo dia do mês, romperam-se naquele dia todas as fontes do grande abismo, e abriram-se as barreiras dos céus. A chuva caiu sobre a terra durante quarenta dias e quarenta noites. "

GÊNESIS 7,24: " As águas cobriram a terra pelo espaço de cento e cinquenta dias. "

GÊNESIS 8,3-5: " As águas foram-se retirando progressivamente da terra; e começaram a baixar depois de cento e cinquenta dias. No sétimo mês, no décimo sétimo dia do mês, a arca parou sobre as montanhas do Ararat. Entretanto, as águas iam diminuindo pouco a pouco até o décimo mês; e no décimo mês, no primeiro dia do mês, apareceram os cumes das montanhas. "

GÊNESIS 8,13-14: " No ano seiscentos e um, no primeiro mês, no primeiro dia do mês, as águas se tinham secado sobre a terra. Noé descobriu o teto da arca, olhou e viu que a superfície do solo estava seca. No segundo mês, no vigésimo sétimo dia do mês, a terra estava seca. "






ENTENDIMENTO


O dilúvio começou no ano 600 (seiscentos) da vida de Noé;

No ano 601 (seiscentos e um) da vida de Noé, no segundo mês, no vigésimo sétimo dia do mês, a terra estava seca.

Concluindo: Choveu durante quarenta dias e quarenta noites; durante cinco meses, as águas subiram; e, durante cinco meses as águas minguaram. A inundação do Dilúvio durou cerca de Um ano e Dois Meses.



GENEALOGIA DE ABRAHÃO


GÊNESIS 11,10-24: " 10Eis a descendência de Sem: Sem, com a idade de Cem anos, gerou Arfaxad, dois anos depois do Dilúvio. 12Arfaxad, com a idade de trinta e cinco anos, gerou Salé. 14Salé, com a idade de trinta anos, gerou Heber. 16Heber, com a idade de trinta e quatro anos, gerou Faleg. 18Faleg, com a idade de trinta anos, gerou Reu. 20Reu, com a idade de trinta e dois anos , gerou Sarug. 22Sarug, com a idade de trinta anos, gerou Nacor. 24Nacor, com a idade de vinte e nove anos, gerou Taré. 26Taré, com a idade de setenta anos, gerou Abrão, Nacor e Arão. "






ENTENDIMENTO


Do fim do Dilúvio até Abrahão se passaram 292 anos.



ÊXODO 12,40-41: " A permanência dos Israelitas no Egito durara quatrocentos e trinta anos. Exatamente no fim desses quatrocentos e trinta anos, todos os exércitos do Senhor saíram do Egito: "





ESFERAS DE TEMPO


Primeira: 430 anos, ou Primeiro dia da Criação;

Segunda: 480 anos, ou Segundo dia da Criação;

Terceira: 490 anos, ou Terceiro dia da Criação;

Quarta: 360 anos ( Um Tempo ), ou quarto dia da Criação: Simboliza "Pouco Tempo";

Quinta: 720 anos ( Dois Tempos ), ou quinto dia da Criação: Simboliza "Longo Tempo";

Sexta: 180 anos ( Metade D'Um Tempo ), ou sexto dia da Criação: Simboliza um "Curto Período de Tempo", ou "Restante de Tempo";

Sétima: 1000 anos, ou sétimo dia da Criação; podemos notar que é o mais longo, desde a Criação do Mundo.






CRONOLOGIA


De Adão até Noé se passaram 1056 anos;

De Noé até o Dilúvio se passaram 600 anos;

A inundação durou Um ano e Dois meses;

Do fim do Dilúvio até Abrahão se passaram 292 anos.

Somando 1000 anos ( Sétima esfera ) com 430 anos ( primeira esfera ) teremos 1430 anos.

Somando 600 anos da vida de Noé, (quando começou o Dilúvio), com mais 292 anos (desde o fim do Dilúvio até Abrahão) com 1430 anos teremos 2322 anos. Significa que desde Adão até Abrahão se passaram 2322 anos.

DANIEL 12,12: " Feliz quem esperar e alcançar mil trezentos e trinta e cinco dias! "

DANIEL 8,14: " Respondeu: " duas mil e trezentas noites e manhãs. Depois disso o santuário será restabelecido. " "

NÚMEROS 14,34: " Explorastes a terra em quarenta dias; tantos anos quantos foram esses dias pagareis a pena de vossas iniquidades, ou seja, durante quarenta anos, e vereis o que significa ser objeto de minha vingança. "

Em Daniel fala a respeito de 1335 dias, mas se tratam de compostos, logo 1335 dias com mais 1335 dias são 2670 dias. Em Números 14,34 percebemos que cada dia equivale a um ano, assim 2670 dias equivalem a 2670 anos.






CRONOLOGIA



De Adão até Noé se passaram 1056 anos;

De Noé até o Dilúvio se passaram 600 anos;

A inundação durou Um ano e Dois Meses;

Do fim do Dilúvio até Abrahão se passaram 295 anos (*)

Então, de Adão até o Dilúvio se passaram 1656 anos; somando com 1 (um) ano da inundação do Dilúvio teremos 1657 anos; com mais 295 anos desde o fim do Dilúvio até Abrahão teremos o total de 1952 anos.

Estes 1952 anos, somamos a 2670 anos e teremos 4622 anos.  Subtraindo 2300 anos teremos 2322 anos, que correspondem desde Adão até Abrahão.

(*) O espaço de tempo de 295 anos desde o Fim do Dilúvio até Abrahão não contradiz as Escrituras Sagradas, que registram apenas 292 anos. Estes 3 (três) anos fazem parte de uma semana de anos, ou seja, 7 (sete) anos, referente as Setenta Semanas de anos, conforme veremos a seguir.

Assim, estes 2322 anos e meio se desdobram da seguinte maneira:

De Adão até Noé se passaram 1242 anos;

De Noé até Abrahão se passaram 1080 anos.

Observando, melhor, estes 2322 anos estão arredondados, lembrando que contamos apenas 1 (um) ano da inundação do Dilúvio, sendo que foi cerca de Um ano e Dois Meses. Vamos entender:

DANIEL 9,24-27: " " 24 Setenta Semanas foram fixadas a teu povo e à tua cidade santa para dar fim à prevaricação, selar os pecados e expiar a iniquidade, para instaurar uma justiça eterna, encerrar a visão e a profecia e ungir o Santo dos Santos. 25 Sabe, pois, e compreende isto: desde a declaração do decreto sobre a restauração de Jerusalém até um chefe ungido, haverá sete semanas; depois, durante sessenta e duas semanas, ressurgirá, será reconstruída com praças e muralhas. Nos tempos de aflição, 26 depois dessas sessenta e duas semanas, um ungido será suprimido, e ninguém (será) a favor dele. A cidade e o santuário serão destruídos pelo povo de um chefe que virá. Seu fim (chegará) com uma invasão, e até o fim haverá guerra e devastação decretada. 27 Concluirá com muitos uma sólida aliança por uma semana e no meio da semana fará cessar o sacrifício e a oblação; sobre a asa das abominações virá o devastador, até que a ruína decretada caia sobre o devastado. " "

70 ( Setenta ) Semanas de Anos são equivalente a 490 anos. Estes 490 anos se dividem em 49 (quarenta e nove) anos, ou Sete Semanas de Anos; 434 (quatrocentos e trinta e quatro) anos, ou Sessenta e Duas Semanas de Anos; e 7 (Sete) Anos, ou Uma Semana de Anos. Esta última Semana de Anos se divide em duas partes de três anos e meio. São Setenta Semanas de Anos entre Outubro do ano 455 A.E.C. até Outubro do ano 36 E.C., onde na metade dos Sete Anos (septuagésima semana), que corresponde entre outubro do ano 29 a outubro do ano 36; sendo que no dia 3 (três) de abril do ano 33 (metade da semana), Nosso Senhor Jesus Cristo doou a sua vida para remissão dos nossos pecados e no terceiro dia ressuscitou dos mortos. Ainda, parece que se passaram apenas Sete Semanas de Anos ( 49 anos ) e Sessenta e Duas Semanas de Anos ( 434 anos ) até o dia 30 ou 31 de agosto do ano 70, quando o Templo de Jerusalém foi destruído. Com isto, ficaram suspensos 7 ( Sete ) Anos, onde a primeira metade destes 7 ( Sete ) Anos, ou três anos e meio está associado a Um Tempo, Dois Tempos e Metade D'Um Tempo ( ou 1260 dias ); e, a outra metade destes sete anos está associado ao milênio.

Então, três anos e meio devem ser somados a 1656 anos (período desde Adão até o Dilúvio); com mais 1 (um) ano que corresponde a duração da Inundação do Dilúvio; com mais 292 anos (que corresponde desde o Fim do Dilúvio até Abrahão). Somando teremos o total de 1952 anos e meio. Estes 1952 anos e meio somados a 2670 anos totalizam-se 4622 anos e meio. Subtraindo 2300 anos, encontramos 2322 anos e Seis Meses. Então, podemos concluir que:

De Adão até Abrahão se passaram 2322 anos e Seis Meses.

Como entre Adão até Noé se passaram 1242 anos e quatro meses, quer dizer que entre Noé até Abrahão se passaram 1080 anos e dois meses.





CONCLUSÃO:


De Adão até Noé se passaram 1242 anos e quatro meses;

De Noé até Abrahão se passaram 1080 anos e dois meses.

Os três anos e meio começam com a Criação do Homem (Adão e Eva); e, se completam com o nascimento de Abrahão.

Referente estes Ciclos há Causa e Efeito ( Ação e Reação ).



DE ADÃO ATÉ NOÉ




DE ADÃO ATÉ NOÉ




GÊNESIS 5,1-31: " 1 Este é o livro da história da família de Adão. 3 Adão viveu cento e trinta anos: e gerou um filho à sua semelhança, à sua imagem, e deu-lhe o nome de Set. 6 Set viveu cento e cinco anos, e depois gerou Enos. 9 Enos viveu noventa anos , e depois gerou Cainan. 12 Cainan viveu setenta anos , e depois gerou Malaleel. 15 Malaleel viveu sessenta e cinco anos, e depois gerou Jared. 18 Jared viveu cento e sessenta e dois anos, e gerou Henoc. 21 Henoc viveu sessenta e cinco anos, e gerou Matusalém. 25 Matusalém viveu cento e oitenta e sete anos, e gerou Lamec. 28 Lamec viveu cento e oitenta e dois anos, e gerou um filho, 29 ao qual pôs o nome de Noé, dizendo: "Este nos trará, em nossas fadigas e no duro labor de nossas mãos, um alívio tirado da terra mesma que o Senhor amaldiçoou." "


ENTENDIMENTO:


De Adão até Noé encontramos 1056 anos.

Para entendermos o cálculo a seguir, vejamos o seguinte texto:

LUCAS 1,24: " Algum tempo depois Isabel, sua mulher concebeu; e por cinco meses se ocultava, "

LUCAS 1,56: " Maria ficou com Isabel cerca de três meses. Depois voltou para casa. "

Então, somando cinco meses com três meses teremos cerca de oito meses.

LUCAS 3,23: " Quando Jesus começou o seu ministério, tinha cerca de trinta anos, "

O ministério de Jesus foi cerca de três anos. Assim, se somarmos trinta anos com mais três anos teremos trinta e três anos; que por sua vez, somando a oito meses, teremos trinta e três anos e oito meses, aproximadamente.

A vida de Cristo é de cerca de trinta e três anos e oito meses, constituídos de Causa e Efeito; assim, entre agosto do ano 2 A.E.C. até 3 (três) de abril do ano 33 (Sexta-feira da paixão), são cerca de 33 (trinta e três) anos e 8 (oito) meses, embora o nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo tenha sido no ano 5 A.E.C..

De Adão até Noé são 1056 anos; mas, se tratam de 1056 anos, como Causa; e, 1056 anos, como Efeito.

APOCALIPSE 12,6: " A mulher fugiu então para o deserto, onde Deus lhe tinha preparado um retiro para aí ser sustentada por mil duzentos e sessenta dias. "

DANIEL 8,14: " Respondeu: "Duas mil e trezentas noites e manhãs. Depois disso o santuário será restabelecido". "

Os 1260 (mil duzentos e sessenta) dias são compostos, ou seja, multiplicado por dois teremos 2520 (Dois mil e quinhentos e vinte) dias.

Para entendermos quantos anos se passaram desde Adão até Noé, teremos o seguinte:

Destes 2520 (Dois mil e quinhentos e vinte) dias, 33 (trinta e três) anos e 8 (oito) meses são determinados, assim teremos:

2520 anos menos 33 anos e oito meses igual a 2486 anos e quatro meses.

Estes 2486 anos e quatro meses somamos a 1056 anos, que corresponde o espaço de tempo desde Adão até Noé. Assim, temos:

2486 anos e quatro meses com 1056 anos igual a 3542 anos e quatro meses.

Lembrando acerca das 2300 noites e manhãs, teremos:

3542 anos e quatro meses menos 2300 anos, isto é, o equivalente a 2300 dias, que é igual a 1242 anos e quatro meses.

Podemos concluir que desde Adão até Noé se passaram 1242 anos e quatro meses, isto é, os 1056 anos estão encadeados com 2520 anos, conforme o cálculo acima. Mas, ainda se tratam de 1056 anos, como Causa; e, 1056 anos, como Efeito. Significa que estes 1242 anos e quatro meses é um espaço de tempo que contém os 1056 anos, mas há diversos modos de visualizar estes 1242 anos e quatro meses, ou seja, são 1242 anos e quatro meses, como Causa; e, 1242 anos e quatro meses, como Efeito.



CONCLUSÃO:


De Adão até Noé temos cerca de 1242 anos e quatro meses.

 

 

 
 

 

 


domingo, 23 de setembro de 2012

PAZ ENTRE CRISTÃOS E MUÇULMANOS


PAZ ENTRE CRISTÃOS E MUÇULMANOS

 
 

               Primeiramente, relativo a religião Cristã, ainda falta reestabelecer todas as coisas, tendo em vista que virá o Profeta Elias para realizar esta missão, a fim de que as religiões possam entender os ensinamentos umas das outras, porque cada religião é fundamentada em um Sistema Doutrinário, que comparando com as Doutrinas de outras religiões, cria um atrito, parecendo difícil a compreensão. Mas esta barreira deverá ser desfeita, de modo que as religiões cristãs compreendam umas as outras, passando a se respeitar mutuamente.

               Procurando entender esta diversidade entre as religiões Cristãs, lembrando que além das religiões fundadas no Cristianismo, há um outro ramo que é o Espiritismo, destacando as obras de Allan Kardec e Francisco Cândido Xavier, parece complicar ainda mais os dois gumes da espada, acerca da existência da Reencarnação ou simplesmente Ressurreição, levando em conta a diversidade de interpretações e atritos (resistência), que aparecem entre as doutrinas, parece ser impossível compreender umas as outras, mas isto, aos olhos do homem, e não aos olhos de Deus; e, assim, diante desta dificuldade, imaginamos outra religião, trazida aos homens, por meio de Deus, digo o Islamismo, cujo profeta é Maomé. Assim, podemos imaginar que o Islamismo parece ser formado de diversas Doutrinas Religiosas, que por sua vez parece ser difícil o entendimento entre cada uma delas, mas isto, aos olhos do homem e não aos olhos de Deus, assim, esperamos o dia em que o Cristianismo e o Islamismo irão compreender-se mutuamente, de tal modo que cada Doutrina Religiosa seja respeitada, cujo objetivo, de tudo isto, é a Paz entre Irmãos Cristãos e Irmãos muçulmanos, e ainda entre Budistas.

               Para que isto se torne uma realidade, aguardamos que os filmes, que ofendem o Islã e, também, o profeta Maomé, sejam destruídos, a fim de que volte a Paz entre os Irmãos Muçulmanos com os Irmãos Cristãos, bem como a paz entre os Países que atualmente estão em guerra entre si. E, assim, na certeza de que cada um entenderá o seu próprio semelhante, reconhecendo que Jesus Cristo e o profeta Maomé são Irmãos Espirituais, com ensinamentos do grande Deus Todo Poderoso, e na certeza que cada um entenderá o outro, levantando a bandeira da Paz, até que chegue o dia que o Profeta Elias, que há de vir, restabelecerá todas coisas, de modo que possamos nos livrar da Guerra Mundial que há de vir, e estabelecer uma Paz Mundial, com segurança, a fim de que os ensinamentos dos Livros Sagrados possam ser levados a todas as nações.

               Enquanto isto, rezemos e oremos pelas decisões que podem trazer a Paz a Todos Nós, sejam inspiradas pelo Deus Todo Poderoso, às reuniões das Organizações das Nações Unidas, que se fará no dia 25 de setembro de 2012. Assim, Louvemos a Jeová, Único Deus, que se identificou com o nome de Allah aos Muçulmanos. Louvemos e Bendizemos a Allah, na esperança de que haja Paz. Assim seja.


sábado, 24 de março de 2012

OS QUARENTA E CINCO DIAS/ APOCALIPSE 6,12

OS QUARENTA E CINCO DIAS


Daniel 12,12: "Bem-aventurado o que espera e que chega até mil e trezentos e trinta e cinco dias!"


               Desde Davi até a Concepção e nascimento de Jesus são cerca de 1350 anos. Assim, Davi nasceu por volta do ano 1355 antes da contagem de tempo da Era Cristã. As Escrituras dizem que Davi tinha 30 (trinta) anos quando começou a reinar, então, somando 30 anos ao ano 1355 A.E.V. teremos o ano 1325 A.E.V.. Então, contamos 1335 anos e encontramos o ano 11, quando o menino Jesus tinha doze anos de idade, sendo que Ele foi encontrado no templo após três dias, lembrando que Jesus faz aniversário no final do ano. 
               As 70 (Setenta) Semanas de anos se completaram no ano 37 e 7 meses, pois conta-se oito meses após Outubro/Novembro do ano 36; então, até o ano 37 e 7 meses são 1350 anos, onde encontramos o ano 1314 A.E.V., mas, são 570 anos até o ano 1314 A.E.V., onde encontramos o ano 1884 A.E.V., no sétimo mês (ou oitavo mês).  A partir do ano 1884 A.E.V. contamos 430 anos e encontramos o ano 1454 A.E.V.; então, contamos 480 anos até o ano 974 A.E.V.. Salomão reinou 40 anos, então, contando 40 anos encontramos o ano 934 A.E.V.. A referência tomada foi o sétimo mês (ou oitavo mês), então, contamos nove meses e encontramos maio do ano 933 A.E.V., quando ocorreu o cisma das tribos.

               Acerca dos 45 (quarenta e cinco) dias, quando se lê as Escrituras sobre as Setenta Semanas de Anos, em nota pelas Edições Paulinas está escrito: "Os 45 (quarenta e cinco) anos ocorrem, mas nem todos estão de acordo nos particulares. Antes, a maioria, aderindo mais ao texto, explicam o cumprimento da profecia nos tempos de Antíoco Epífanes."


               Podemos notar que desde 09 de novembro até 25 de Dezembro são 45 dias literais; e, desde 14 de novembro até 25 de Dezembro são 40 dias literais. Porém, desde o momento que o Anjo Gabriel anunciou a Maria que Ela seria mãe de Jesus, até o dia de nascimento de Jesus Cristo se passam 7 (sete) meses e 20 (vinte) dias, com mais 40 (quarenta) dias, simbolizando que Jesus jejuou durante 40 dias no ventre materno. Mais, ainda, parece se passar cerca de 45 dias literais que completam 1335 dias literais.
               A inundação do Dilúvio Universal durou cerca de Um ano e Dois Meses, embora, se trata de Um ano e Dois meses, como Causa; e, Um ano e Dois Meses, como Efeito. Acima, encontramos 7 (sete) meses e 20 (vinte) dias (equivalente a oito meses). Para completar Um ano e Dois Meses, restam 6 (meses) e 10 (dias).

 

SEIS MESES E DEZ DIAS


               Lembrando a história do Dilúvio Universal, caiu a chuva durante 40 (quarenta) dias e 40 (quarenta) noites. Durante Cinco meses as águas do dilúvio subiram e durante Cinco meses as águas do dilúvio minguaram. Assim, somando Cinco Meses com mais 40 (quarenta) dias encontramos Seis Meses e Dez Dias. Do mesmo modo, somando mais 40 (quarenta) dias encontramos Sete Meses e Vinte Dias.

               Em Setembro/Outubro do ano 2  A.E.V. contamos 6 (seis) meses e encontramos Março do ano 1 A.E.V., sendo que a referência é 25 de Março do ano 1 A.E.V. (sendo que após 25 de Dezembro começa a contar ano primeiro). Parece haver uma variação de cerca de 1 (um) dia na contagem destes Seis Meses e Dez dias, talvez seja porque alguns meses possuem 31 (trinta e um) dias e Fevereiro possui ora 28 (vinte e oito) dias ora 29 (vinte e nove) dias, assim, as vezes temos que contar Seis Meses e Nove Dias. Então, o dia 25 de Março corresponde a seis meses completos. Contando 33 (trinta e três) anos a partir de 25 (vinte de março) de março do ano 1 A.E.V. encontramos 25 (vinte e cinco) de março do ano 33 (trinta e três). E, daí, somamos mais nove dias e encontraremos o dia 03 (três) de abril, que caiu na Sexta-Feira.

               Este espaço de tempo de Seis Meses e Nove Dias simboliza períodos de chuvas, no verão; e, de seca no inverno.



Apocalipse 6,12: "Quando abriu o sexto selo, vi que sobreveio um grande terremoto...."


               Assim, como foi nos dias de Noé, assim será os dias da vinda do Filho do Homem. Percebemos que quando vem chuva, chove demais, mas a água não desce. Isto é devido a porosidade da terra, tipo de fundação e proximidade da superfície da terra com o lençol de água. Percebemos, que a terra que possui pouca porosidade, como a argila, parece ser terra própria para o plantio, porque as plantas ajudam a absorver as águas das chuvas. Também, notamos o cuidado que devemos ter com a natureza, quanto ao lixo, onde percebemos que sacolas plásticas demoram a se decompor no solo, assim, sendo necessários sacolas descartáveis, que se desfazem em menos pouco tempo. Para edificar uma casa ou uma construção (lembrando da passagem do Evangelho que fala sobre a casa construída na rocha e a casa construída na areia), tem que levar em conta a fundação, se esta é como uma rocha, que quando vier as chuvas, caem sobre a casa, e esta não desaba. Sabemos que chove quando começa a fazer calor, logo, entendemos assim que o calor vem do sol, lembrando que a terra é dividida em Crosta, Manto e Núcleo. Embora, o Brasil esteja imune contra terremotos, não se sabe se o calor vindo do centro da terra sofre variação, tendo em vista que o Terremoto do Chile e o Terremoto do Japão, fez com que o eixo da terra se deslocasse. Assim, parece que a tendência é que quando vem chuva, esta ficar mais na superfície da Terra, onde os lugares mais altos e firmes são os lugares mais seguros, também levando em conta a altitude com relação a superfície do mar. De alguma forma, parece haver o espaço de tempo de Seis Meses e Nove Dias, no futuro, anunciando inundação, bem como falta de chuvas em algumas localidades. Enfim, temos que tratar melhor a Terra-mãe e entender melhor sobre ecologia. No outono, é a estação que irá produzir as frutas e na primavera é a estação que irá produzir as flores. Temos que buscar o equilíbrio para que a população mundial possa se alimentar. Estes Seis Meses e Nove Dias parece que irá marcar a metade dos Sete anos que ficaram suspensos das Setenta Semanas de Anos. Lembrando que Nostradamus citou o ano 1999 e 7 meses, cuja referência parece ser 28 de Julho, quando ocorreu o Eclipse Lunar, e após 14 dias, no dia 11 de agosto, ocorreu o Eclipse Solar. A data 11 de agosto de 1999 corresponde ao ano 2003 e seis meses. Somando nove dias a 11 de agosto iremos encontrar o dia 20 de agosto de 1999, lembrando que o ano seguinte (2000) é bissexto, logo, percebemos uma semelhança entre 20 de agosto com 19 de agosto, data da aparição de Nossa Senhora de Fátima, em Outubro de 1917.

               NOTA: O dia 25 de Março do ano 33 (trinta e três) caiu na Quarta-Feira, e este dia foi tomado como base para saber o Dia da Semana que Nosso Senhor Jesus Cristo Ressuscitou, pois a partir de Meio-Dia de Quarta-Feira, contamos Três dias e Meio, de modo que encontramos a Manhãzinha do dia de Domingo. Entendendo, pois, que uma nova visão das Escrituras Sagradas pode modificar este ponto de vista, pois Nosso Senhor Jesus Cristo foi traído por Judas em Agosto do ano 32 (trinta e dois), logo a Quarta-Feira, que marca o dia 25 de março, deve ser transportada para o ano anterior, sendo assim, o dia que coincide com a Quarta-Feira, é o dia 26 de Março do ano 32 (Trinta e Dois).
               Além de contarmos os Três dias e meio, a partir de Meio-Dia de Quarta-Feira, convém lembrar que, há causa e Efeito, de modo que a Sexta-Feira, logo, dia 03 (três) de abril do ano 33 (trinta e três) caiu na Sexta-Feira. A intersecção, das duas formas de contar Três dias e meio, vem marcar o dia da Semana que Nosso Senhor Jesus Cristo doou a sua Vida para Remissão dos nossos pecados, ou seja, na Sexta-Feira, e o Dia de sua Ressurreição, que é comemorado no Domingo, que se levarmos em conta como referência o dia 26 (vinte e seis) de março, completará Três dias e Meio, na Manhãzinha de Segunda-Feira.
               Seja qual for o ponto de vista, se Jesus ressuscitou na Manhãzinha de Segunda-Feira, devido a diferença de Fusos horários, aqui no Brasil era o Final do Dia de Domingo.

               O ano 933 A.E.V. tomado como época do Rei Salomão é literal, pois na verdade o quarto ano de reinado do rei Salomão, no mês de Ziv, é o ano 1199 A.E.V.